Pastor no RJ diz que petistas são inimigos e que nordestinos gostam de migalhas

No RJ, pastor diz que petistas são
No RJ, pastor diz que petistas são "inimigos" e que "nordestino gosta de viver da migalha". Foto: Getty Images.
  • Pastor atacou o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e destilou preconceito contra os nordestinos;

  • A fala preconceituosa foi registrada em vídeo, tornado privado neste sábado (5);

  • No vídeo, o pastor diz que "nordestino é preguiçoso, gosta de viver das migalhas".

O pastor Luiz Antonio Vieira atacou o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e seus seguidores e destilou preconceito contra os nordestinos em um culto realizado na Primeira Igreja Batista de Piabetá, em Magé, no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (3). A fala foi registrada em vídeo, tornado privado neste sábado (5).

Na pregação, que aconteceu quatro dias após o fim do segundo turno das eleições, Vieira criticou o resultado.

“Quem votou em Lula? agora falei o nome do ladrão... é meu inimigo, é inimigo de Deus, não tem comunhão de Deus, são traidores, são inimigos da igreja. Que Deus tenha misericórdia de nós", declarou.

Em outra parte do culto, ele insulta os nordestinos e afirma que nunca mais vai gastar um centavo no Nordeste e nem vai retornar à região.

“No domingo eu falei aqui que eu iria na convenção da assembleia da ordem dos pastores pra falar. Eu vou esperar para quando a assembleia da ordem for em outro lugar. Não vou gastar um centavo em nenhum hotel do Nordeste, não vou comer em nenhum restaurante do Nordeste, não vou comprar nada no Nordeste", expôs ele. "É um povo que estão (sic) lá, preguiçosos. Porque os que não são vieram embora pra cá, vieram trabalhar. O nordestino é preguiçoso, gosta de viver das migalhas. Não é para você sentir ódio. Não é nordestinofobia. Não tenho fobia de nordestino, mas a grande verdade é essa.”

Em outra parte do vídeo, o pastor diz que sua vontade era que o Nordestes se separasse do Brasil. Em outros registros anteriores à eleição, Vieira aparece pregando com a imagem de Jair Bolsonaro (PL) ao fundo.

*Com informações do UOL.