Paulinho da Força: ‘Parte do PT acha que já ganhou a eleição’

·2 min de leitura
Paulinho da Força: ‘Parte do PT acha que já ganhou a eleição’ (Foto: Flávio Corvello/Futura Press)
Paulinho da Força: ‘Parte do PT acha que já ganhou a eleição’ (Foto: Flávio Corvello/Futura Press)
  • Paulinho da Força: ‘Parte do PT acha que já ganhou a eleição’

  • Presidente do Solidariedade se encontrou com Lula após ser vaiado por petistas em evento

  • Presidente do PT, Gleisi Hoffmann, lamentou as vaias direcionadas ao deputado

O deputado federal e presidente do Solidariedade, Paulinho da Força (SP), afirmou que uma parte do Partido dos Trabalhadores (PT) acredita que já ganhou a eleição presidencial deste ano. A informação é do portal G1.

"Acho que uma parte sim, talvez não a direção do PT, mas uma parte do pessoal do PT acha que já ganhou a eleição, e eu acho que a eleição não tá ganha”, falou ele.

O parlamentar se encontrou nesta terça-feira (20) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após ser vaiado por petistas no evento de centrais sindicais. Geraldo Alckmin (PSB), indicado para ser vice na chapa de Lula, também estava no evento.

A conversa, de acordo com o portal g1, serviu para "parar o caminhão e arrumar as abóboras", como definiu o deputado federal.

No encontro, o PT e Solidariedade acertaram uma aliança para a disputa presidencial de outubro. Segundo o portal G1, as vaias ao deputado geraram certo constrangimento, principalmente pelo fato, de acordo com Paulinho, de nem Lula nem Alckmin terem o defendido na oportunidade.

"A vaia foi de uma parte da militância do PT e não era público, não era povo em geral, então, portanto, eu sei como funciona isso. E isso é grave. O mais grave é não ter sido defendido pelo Lula ou por alguém do PT, porque isso mostra, no nosso ponto de vista, que a aliança que o PT imagina seja menor do que a que nós imaginamos", disse o deputado.

Também presente na reunião, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, lamentou as vaias direcionadas ao deputado.

"O Solidariedade tem sido um partido que tem conversado muito com o PT, com os partidos da federação. A gente tem encaminhado várias lutas juntos. Infelizmente, aconteceu um fato que a gente lamenta, não tem absolutamente nada a ver com o Partido dos Trabalhadores, nem com a nossa militância", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos