Paulistanos vão ao parque no dia em que feriado foi apenas para parte dos trabalhadores

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Parque do Ibirapuera (zona sul) recebeu muitos visitantes no Dia de Corpus Christi, nesta quinta-feira (3). Apesar da antecipação do feriado para o fim de março, algumas empresas mantiveram o calendário normal. como os bancos, e a data de descanso seguiu a mesma para quem trabalha nestes locais.

Muitos aproveitaram o dia quente e ensolarado na capital de São Paulo para praticar atividades físicas ou para se reunir com familiares para piquenique, com distanciamento no gramado. Ao longo de todo o parque, vários totens com álcool em gel foram distribuídos e a maioria das pessoas respeitou o pedido do uso obrigatório de máscara. Contudo, foi possível notar pessoas caminhando pelo parque sem o item de proteção.

Entre os frequentadores do parque, Paulo Rigotti Yamamoto, 37 anos, de Perdizes (zona oeste), que trabalha com produção de conteúdo digital, acompanhado da irmã Elisa, 40, aproveitou para levar a filha Clara, 2, para caminhar pelo parque.

"Eu e a minha irmã trabalhamos em uma agência digital e as nossas empresas não anteciparam os feriados como a prefeitura fez. Então estamos tirando os feriados nas datas normais mesmo", afirmou. "Demos uma volta no parque, minha filha foi no parquinho e tomamos água de coco. É a segunda ou terceira vez que ela veio no Ibirapuera", disse.

Já Jenifer Nascimento Lima, 34, que é pedagoga e trabalha em uma escola de educação infantil, da Vila Emir (zona sul), programou um piquenique apenas com parentes.

"Vim com as minhas duas irmãs, Lena [39], e Érica [37], e trouxe meus dois filhos Bernardo [2], e Gabriel, [5] e meus sobrinhos Gael [2] e Ingrid [4]. A escola está fechada por causa do feriado e viemos fazer piquenique", comenta.

"As crianças estão há muito tempo em casa e conseguimos sair para respirar um pouco de ar puro, e tomando todos os cuidados", ressalta Jenifer.

Quem também aproveitou para comer no parque foi Luana Aparecida de Santana Fernandes, 29, que é supervisora de vendas. Ela veio de Itapecerica da Serra (Grande SP) com o marido Domingos, 29, e os quatro filhos Carlos Eduardo, 9, Maicon, Bruno, 7, e Gustavo, 6.

"Estou de férias do trabalho e aproveitei para trazer meus filhos para conhecerem o Ibirapuera, eles nunca tinham vindo. Eles tiveram aula de manhã e vão ter de novo de tarde, e trouxe nesse intervalo de tempo", fala Luana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos