Paulo Gustavo posou para capa histórica pelo movimento gay há 22 anos

·1 minuto de leitura

Paulo Gustavo fez história antes de ficar famoso. Em 1999, o ator, ainda um estudante de teatro, aceitou posar para a revista gay “SuiGeneris”, já extinta, dando um beijo na boca de seu namorado na época. Era o primeiro gesto de uma luta que estaria representada em seus trabalhos e em sua vida pessoal depois de virar um sucesso nacional. 

“Talvez essa tenha sido a primeira grande colaboração do Paulo para a comunidade LGBTQIA+, antes mesmo de ser o grande influenciador que se tornou alguns anos depois”, conta o produtor Rogério Espírito Santo, que define como “dificílima” a missão de encontrar alguém que aceitasse posar para a foto de capa, feita pelo fotógrafo Daniel Klajmic.

Leia também

“Ele não só topou como levou o Fábio, namorado dele na época, e deram esse beijo quente e destemido, que foi um dos trabalhos mais marcantes de toda minha história, até hoje”, diz Rogério. 

 Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar