Paulo Henrique Amorim é afastado pela Record por possível divergência política

Foto: Greg Salibian/Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim, 77, não faz mais parte do ‘Domingo Espetacular’, da Record.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

A emissora confirma o afastamento e afirma que os novos comandantes da atração serão Patrícia Costa e Eduardo Ribeiro, a partir deste domingo (30). O motivo, de acordo com a assessoria de imprensa do canal, é uma reformulação no jornalismo da casa.

Segundo eles, Paulo Henrique continua como um dos contratados e à disposição para futuros projetos.  Porém, segundo o site ‘Notícias da TV’, Amorim teria sido desligado por política.

Por seu forte posicionamento de esquerda, ele, de acordo com o site, teria tido a cabeça pedida desde 2014 por diversas vezes por membros do poder contrários às suas ideias. Ainda segundo o portal, nos últimos meses, a emissora não teria mais conseguido resistir às pressões, já que Amorim é contrario ao governo do atual presidente.

Questionada se o afastamento seria por cunho político, a assessoria de imprensa da Record voltou a dizer que a única informação que poderia assegurar era a de que está acontecendo uma reformulação, implementada pelo vice-presidente de jornalismo, Antonio Guerreiro, desde janeiro deste ano.

Paulo Henrique Amorim ficou no ar pelo dominical por 13 anos. Sua primeira aparição foi em fevereiro de 2006.