Paulo Vilhena lembra conselho de Paulo Autran e início da carreira: 'Já fui uma porta'

Paulo Vilhena com Sandy no seriado de TV no fim dos anos 90

Paulo Vilhena estreou na TV ainda adolescente no seriado "Sandy & Junior". Já famoso, ganhou fama de "bad boy". Hoje, aos 41 anos, vem conquistando o respeito na carreira que sempre buscou,  depois de ser premiado no Festival de Gramado pelo filme "Como nossos pais" e de se enveredar pelo teatro. Numa live com o Canal Brasil, o ator falou do início de sua trajetória e lembrou o conselho recebido de Paulo Autran, reconhecidamente um dos maiores atores do país, morto em 2007.

"Já fui uma porta, só abria e fechava. Não sabia nada e aconselho fazer teatro e estudar para quem está começando. Foi o que eu ouvi do Paulo Autran certa vez.  Participamos juntos de um programa de TV  e ele me disse: 'você tem que estudar, sua beleza um dia vai acabar. Os estudos e a dedicação ao teatro vão te dar uma carreira longa'", contou Paulo Vilhena, que chegou a ser visto pelo veterano ator nos palcos: "Ele me elogiou".

 

Paulo Vilhena disse que está passando a quarentena em sua casa, agora mais aliviado depois de ter apresentado sintomas da Coivid-19 e o resultado do teste ter dado negativo. Alguns planos foram adiados,  como a ideia de levar para o cinema a peça "Tô grávida", na qual dividia a cena com Fernanda Rodrigues.

"O perfil dos meus personagens vem mudando, não sou mais um adolescente. Me bateu uma coisa estranha quando me convidaram a primeira vez para viver um pai, mas hoje levo de boa".