Pavilhão do Brasil recebeu 12 mil visitantes em três dias da Expo 2020

·1 minuto de leitura

O pavilhão brasileiro na Expo 2020 recebeu 12.795 visitantes nos três primeiros dias da exposição mundial, que foi aberta ao público na última sexta-feira (1º) em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. A estrutura brasileira fica logo na entrada do distrito da Sustentabilidade e atraiu muitos visitantes em busca de refresco ao calor do deserto, já que tem como principal atração uma lâmina d’água por onde é possível caminhar.

O Brasil é um dos 192 países que marcam presença no evento, que será realizado até março de 2022. A estrutura, que tem o formato de um imenso cubo branco, custou US$ 25 milhões para ser construída.

Ainda não é possível dizer quanto custará a operação do pavilhão, que também funcionará como um espaço para receber autoridades governamentais e empresas brasileiras. Além da lâmina d’água, a instalação tem cafeteria e salão de exposições, que neste momento apresenta uma mostra de fotos do Brasil, promovida pela Embratur, a empresa estatal de promoção do turismo do país.

Nos seis meses da Expo 2020, também estão previstos vários eventos promovidos pelo Brasil. De acordo com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), com a participação do Brasil na exposição, espera-se atrair US$ 10 bilhões em investimentos estrangeiros diretos no país e gerar US$ 500 milhões em exportações.

*Repórter e fotógrafo Marcelo Camargo viajaram a convite da Apex-Brasil

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos