Paypal corta estimativa de lucro de 2022 com acúmulo de desafios macroeconômicos

Por Manya Saini e Hannah Lang

BENGALURU/WASHINGTON (Reuters) - O PayPal reduziu projeção de lucro para o ano inteiro nesta quarta-feira, sinalizando que os volumes de pagamentos registrados pela empresa podem sofrer um impacto com o aumento da inflação e o conflito na Ucrânia.

A empresa disse que espera lucro ajustado entre 3,81 e 3,93 dólares por ação, abaixo da estimativa anterior de 4,60 a 4,75 dólares por ação.

Os consumidores nos Estados Unidos começaram a apertar os cintos nos últimos meses, à medida que a inflação alcançou o nível mais alto em décadas, pressionando os ganhos de processadores de pagamento como o PayPal.

A empresa também deve sofrer um impacto financeiro da decisão de se juntar ao boicote corporativo de companhias do Ocidente à Rússia devido à invasão da Ucrânia.

Nos primeiros três meses do ano, a receita do PayPal aumentou 8% em uma base neutra cambial, para 6,5 bilhões de dólares, abaixo das estimativas de Wall Street de 6,6 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

A companhia processou um total de 323 bilhões de dólares em pagamentos no primeiro trimestre, um aumento de 15% em relação a um ano antes. Venmo, o aplicativo do PayPal que permite que indivíduos dos EUA enviem e recebam dinheiro, teve alta de 12% nos pagamentos processados, ​​para 57,8 bilhões de dólares.

O PayPal obteve lucro de 0,88 dólar por ação em uma base ajustada no trimestre, em linha com as expectativas dos analistas.

A empresa disse esperar um lucro ajustado de 0,86 dólar por ação no trimestre atual, abaixo das estimativas dos analistas de 1,12 dólar por ação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos