Pazuello afirma que não comprou 'nenhuma grama de hidroxicloroquina'

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 19.05.2021 - O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello durante entrevista coletiva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 19.05.2021 - O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello durante entrevista coletiva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em depoimento à CPI da Covid, nesta quinta-feira (20), o ex-ministro Eduardo Pazuello afirmou que discorda do presidente Jair Bolsonaro em algumas questões. Também acrescentou que as ações do presidente não mudaram a sua visão e nem suas ações a frente do ministério, embora reconheça que têm impacto imensurável.

"A posição do presidente ou outros ministros são deles, é juízo de valor deles. Há impacto? Isso é imensurável, é incalculável", afirmou.

"Na minha visão, as ações dele não mudaram a minha visão. Eu não fiz e não faria e não deixei fazer. Se aconteceu em outro nível do ministério, foi sem a minha autorização. Eu não concordo com isso. Eu não comprei nenhuma grama de hidroxicloroquina, não fomentei o uso", completou, afirmando que apenas distribuiu o medicamento que foi pedido.

O depoimento do ex-ministro foi encerrado às 17h06.