Pazuello diz que SUS será 'colocado à prova' em 2021

Paula Ferreira e Renata Mariz
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA— O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta segunda-feira que o Sistema Único de Saúde (SUS) será "colocado à prova em 2021". Durante coletiva de imprensa sobre balanço da gestão, Pazuello contrariou frase anterior na qual garantir que o sistema não entraria em colapso.

O ministro enfrenta está no centro de nova crise na pasta relacionada à provável troca de comando no ministério da Saúde. O aumento no número de casos e mortes e o impasse da vacinação no país elevaram o desgaste do ministro. Pazuello chegou a divulgar cronogramas divergentes em relação à disponibilização de doses para vacinação.

— O SUS nao colapsou em 2020 e será colocado à prova em 2021. Para vencermos a batalha nesse novo ciclo, precisamos estar unidos e focados no mesmo propósito, o de salvar cada vez mais vidas — disse Pazuello.

No domingo, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com a médica Ludhmila Hajjar para tratar sobre sua possível ida para a pasta, mas a Ludhmila acabou declinando da decisão de ocupar o cargo. O ministro Eduardo Pazuello participou da reunião, que durou cerca de quatro horas.

Nesta segunda-feira, em entrevista à CNN, Ludhmila afirmou que não aceitou o cargo por não ter encontrado "convergência" com o presidente Jair Bolsonaro.