Pazuello estreia em redes sociais enquanto planeja candidatura

BRASÍLIA — Enquanto prepara sua candidatura a deputado federal, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello criou na quinta-feira contas no Twitter e no Instagram. As primeiras publicações foram voltadas para o Rio de Janeiro, onde ele pretende concorrer.

"Vamos trocar ideias sobre o nosso Rio de Janeiro. Queremos o nosso estado seguro!", escreveu no Twitter. No Instagram, ensaiou um possível bordão de campanha: "Juntos por um caminho seguro para o Rio de Janeiro".

No início da tarde desta sexta, o ex-ministro tinha 27 mil seguidores no Twitter, entre eles antigos colegas de governo, como os também ex-ministros Tarcísio Gomes de Freiras (Infraestrutura) e Ricardo Salles (Meio Ambiente) e o ex-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Alexandre Ramagem, que também deve ser candidato. No Instagram, por enquanto são apenas 365 seguidores.

Pazuello, que é general da reserva, filiou-se em abril ao PL, mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro. No mesmo mês, pediu exoneração do cargo de assessor especial da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), vinculada à Presidência da República. Ele comandou a pasta da Saúde entre maio de 2020 e março de 2021, durante algum dos meses mais críticos da pandemia de Covid-19. O ex-ministro é alvo de ao menos duas ações de improbidade administrativa, uma pela suposta negligência na compra de vacinas e a outra por uma possível omissão diante do recrudescimento da Covid-19 no Amazonas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos