PDT quer participação nos grupos de transição de Cidades e Desenvolvimento Regional

Partido do ex-ministro Ciro Gomes, o PDT reivindica a participação nas áreas de Cidades e Desenvolvimento Regional nos grupos de transição do governo eleito de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Embora não tenha feito parte da coligação do petista, o partido declarou apoio ao presidente eleitor no segundo turno da disputa eleitoral e fará parte da base aliada da nova gestão.

Transição: Lula diz que Bolsonaro deve desculpas aos brasileiros e que agora instituições 'vão ter paz'

Ministério: Lula diz que Alckmin 'não disputa a vaga de ministro' em seu governo

— Nós vamos optar pelo grupo de Cidades e Desenvolvimento Regional. Pode ser para coordenar ou para ajudar os companheiros — disse o líder da oposição na Câmara, deputado Wolney Queiroz (PDT-PE). Ele foi indicado para ser o representante do conselho político da transição e participou da primeira reunião de Lula com parlamentares no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Ao pleitear a participação nesses grupos de transição, a sigla indica que está de olho nos ministérios correlatos no novo governo. Lula, porém, tem dito que coordenadores de áreas não serão necessariamente escolhidos como ministros.

Queiroz afirmou ver como positiva a investida de Lula em se aproximar do Parlamento nas semanas que sucederam o pleito.

— Esse é o clima que nós queremos - um clima distensionado. É um sinal muito positivo, estou vendo um clima muito bom na Câmara — disse ele.