Pedido de candidatura de Lula foi negado pelo TSE em 2018, não em 2022

Candidato ao Planalto e ex-presidente Lula, em evento de campanha com Marina Silva em São Paulo, em 12 de setembro de 2022 (Fot: Associated Press / Andre Penner)
Candidato ao Planalto e ex-presidente Lula, em evento de campanha com Marina Silva em São Paulo, em 12 de setembro de 2022 (Fot: Associated Press / Andre Penner)
  • Um vídeo circula nas redes sociais com uma notícia sobre a rejeição do pedido de candidatura de Lula como se fosse atual

  • A notícia foi ao ar na Rede Globo em 2018, não em 2022

  • A candidatura do ex-presidente foi deferida pelo TSE neste ano

Um vídeo de uma notícia sobre a rejeição do pedido de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Planalto circula nas redes sociais sem contexto. A gravação compartilhada nas publicações tem um texto sobreposto no qual está escrito: "Notícia que todos esperam ansioso [sic]". Os posts utilizam ainda hashtags como "#eleicoes2022" em referência às eleições de outubro.

Contudo, a notícia do plantão da Rede Globo circula fora de contexto, pois ela foi ao ar em 2018. Em 2022, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deferiu a candidatura do ex-presidente.

Captura de tela de uma publicação que compartilha fora de contexto uma notícia sobre a rejeição da candidatura de Lula em 2018 (Foto: TikTok / Reprodução)
Captura de tela de uma publicação que compartilha fora de contexto uma notícia sobre a rejeição da candidatura de Lula em 2018 (Foto: TikTok / Reprodução)

O vídeo circula sem qualquer menção ao seu contexto original, o que induziu determinados usuários ao erro. Algumas pessoas acreditaram se tratar de uma notícia atual. Contudo, o vídeo foi ao ar na Rede Globo em 31 de agosto de 2018.

Uma busca por vídeos no Google, por meio das palavras-chave "plantão TSE rejeita candidatura Lula", encontrou o vídeo original do Jornal da Globo publicado na Globoplay. O vídeo trata da decisão do TSE, tomada naquele dia, para negar o pedido de candidatura do ex-mandatário.

Em 2022, no entanto, Lula teve o seu pedido de candidatura deferido, conforme consta no sistema de divulgação de candidaturas e contas eleitorais do TSE. Até 12 de setembro de 2022, Roberto Jefferson (PTB) foi o único candidato a ter seu pedido negado pelo Tribunal. Padre Kelmon (PTB) – que foi indicado no lugar de Jefferson como cabeça da chapa – ainda aguarda o julgamento de seu pedido.

Conteúdo semelhante foi analisado pelo Projeto Comprova.