Pelé foi operado em São Paulo para retirada de um tumor no cólon

·3 minuto de leitura
(arquivo) Pelé sorri durante a abertura do Forum Econômico Mundial sobre a América Latina 2018 em São Paulo, em 14 de março de 2018 (AFP/Benedikt VON LOEBELL)

O ex-astro do futebol Pelé, de 80 anos, está se recuperando "bem" no Hospital Israelita Albert Einstein onde foi operado no sábado para remover um tumor "suspeito" no cólon, informou nesta segunda-feira o centro médico que o atende.

O tricampeão mundial (1958, 1962 e 1970) está em uma unidade de terapia intensiva (UTI) e deve ser transferido para um quarto na terça-feira, acrescentou o hospital ao revelar a intervenção que foi realizada no ex-atleta.

"O tumor foi identificado durante exames cardiovasculares e laboratoriais de rotina e o material foi enviado para análise patológica", anunciou o Albert Einstein.

"Meus amigos, muito obrigado pelas mensagens de carinho. Eu agradeço a Deus por estar me sentindo muito bem", escreveu o Rei do futebol em sua conta no Instagram.

"Felizmente estou acostumado a comemorar grandes vitórias ao lado de vocês. Vou encarar mais essa partida com um sorriso no rosto, muito otimismo e alegria por viver cercado de amor dos meus familiares e amigos", acrescentou em um mensagem que acompanhou com uma fotografia sua com a camisa da seleção brasileira.

O Santos, clube no qual o 'Rei do futebol' jogou por praticamente toda a carreira, mandou um recado de apoio ao eterno ídolo: "Será mais uma grande vitória em sua vida. Desejamos uma ótima recuperação!", escreveu o Peixe no Twitter.

Considerado pela FIFA o melhor jogador de futebol do século 20, distinção que divide com o falecido Diego Armando Maradona, Pelé foi internado no dia 31 de agosto no hospital em São Paulo, onde costuma ser atendido, segundo os portais G1 e Globo Esporte na manhã desta segunda-feira.

Nesse dia, o ex-craque escreveu uma mensagem em suas redes sociais em que dizia estar "muito bem de saúde", desmentindo rumores de que havia desmaiado.

"Fui [ao hospital] fazer meus exames de rotina, que não havia conseguido fazer antes por causa da pandemia", disse Pelé, sem indicar se havia sido internado.

Nesses check-ups de rotina, a anomalia foi detectada.

- Vários problemas de saúde -

Pelé, que fará 81 anos no dia 23 de outubro, tem estado longe dos holofotes nos últimos tempos, especialmente desde o início da pandemia de covid-19.

O chamado 'Atleta do Século' ficou isolado em sua casa no Guarujá, perto de São Paulo.

Em suas redes sociais ele tem promovido os cuidados e a vacinação contra o coronavírus, que no Brasil já deixou mais de 583 mil mortos.

No início do ano, seu legado voltou a ser celebrado com o lançamento de um documentário sobre sua vida, na plataforma de streaming Netflix, em fevereiro. Em uma de suas primeiras participações no filme, ele é visto se movendo lentamente com a ajuda de um andador.

Edson Arantes do Nascimento deu entrada no hospital várias vezes nos últimos anos para tratar de problemas de saúde.

A última ocorreu em 2019, quando ele foi internado em Paris e transferido para São Paulo para retirar um cálculo renal.

Em 2014, Pelé foi internado em terapia intensiva após outra infecção urinária que o obrigou a fazer diálise no rim esquerdo, o único que lhe restou desde que o direito foi retirado na década de 70, devido a uma lesão quando ainda era jogador.

O ex-camisa 10 também passou por cirurgias de quadril e coluna e desde 2012 tem se movimentado com certa dificuldade, chegando a aparecer em público em uma cadeira de rodas em algumas ocasiões.

raa/app/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos