Pelé se despede ao lado de Lionel Messi como maiores vencedores do prêmio Bola de Ouro na história

Pelé se despede como Rei. Nao só por causa do apelido, mas também pelas honrarias que conquistou ao longo da carreira. Ele permanece como o maior vencedor do prêmio Bola de Ouro, entregue todo ano pela revista "France Football" ao melhor jogador do mundo: tem sete no total, um recorde. Lionel Messi foi o único que conseguiu igualar no número de premiações.

Internação de Pelé faz redes lembrarem genialidade do Rei do Futebol em vídeos; assista

Como Pelé influenciou Neymar a bater recorde de gols do Rei pela seleção brasileira

‘Diego está sorrindo agora’: Pelé parabeniza Argentina após título no Mundial do Catar

Pelé só foi premiado depois que se aposentou. Isso porque, até 2007, a premiação se limitava a jogadores que atuavam no futebol europeu, o que deixava o ex-atleta do Santos fora da briga. Depois da mudança nas regras, veio uma correção histórica na premiação.

Em 2014, a "France Football" revisou toda a lista de premiados e decidiu conceder a Pelé sete troféus. Com isso, ele se tornou o maior vencedor. Na revisão, o brasileiro levou as Bolas de Ouro dos anos de 1958, 1959, 1960, 1961, 1963, 1965 e 1970.

Veja quem ‘perdeu’ o troféu para o Rei do Futebol:

1958 – Raymond Kopa (Real Madrid/França)

1959 – Alfredo Di Stéfano (Real Madrid/Espanha)

1960 – Luis Suárez (Barcelona/Espanha)

1961 – Omar Sivori (Itália/Juventus)

1963 – Lev Yashin (D. Moscovo/URSS)

1965 – Eusébio (Benfica/Portugal)

1970 – Gerd Müller (Bayern Munique/Alemanha)

As sete Bolas de Ouro foram entregues a Pelé durante a cerimônia de premiação realizada no início de 2014. O Rei do Futebol chorou enquanto agradecia a honraria.

— Eu prometi à minha família que não choraria, mas sou emotivo. Queria agradecer a Deus por ter me dado saúde para jogar por tantos anos. Eu não jogava sozinho, tudo que eu ganhei foi com meus amigos. As pessoas se lembram dos jogadores, mas não podemos esquecer as pessoas que preparam as chuteiras, fisioterapeutas, massagistas. Quero compartilhar com eles este troféu — disse na época.