Pela primeira vez em 28 anos, México não irá às oitavas.. e também não será eliminado na 2ª fase; relembre

Mesmo vencendo a Arábia Saudita por 2 a 1 no último jogo da fase de grupos, o México não conseguiu avançar para as oitavas de final da Copa do Mundo do Catar. A eliminação precoce significou também o fim de uma tradição de 28 anos: desde a edição de 1994, quando o Brasil conquistou o tetracampeonato, a seleção mexicana conseguiu avançar para as oitavas, fase em que foi eliminada.

Nas últimas 7 edições do Mundial, o México sofreu ao tentar a vaga para as quartas, com diferentes algozes — e o maior deles foi a Argentina (em 2006 e 2010). Hoje, ironicamente, a seleção de Messi quase deu uma ajudinha para os hermanos: zerou o saldo de gols da Polônia ao vencer a seleção de Lewandowski por 2 a 0, e até os acréscimos, o México ia perdendo a vaga por ter recebido quatro cartões amarelos a mais do que a seleção europeia. Mas o gol da Arábia Saudita aos 49 minutos do segundo tempo acabou com o sonho e os últimos 28 anos de presença na fase do mata-mata.

A "tradição" foi inaugurada em 1994, quando a seleção da Bulgária deixou o México para trás na disputa de pênaltis após empatar em 1 a 1 no tempo regulamentar. Nas edições seguintes, os adversários venceram dentro dos 90 minutos: Alemanha, Estados Unidos, Argentina por duas vezes, Holanda e por último o Brasil, na Copa da Rússia.

O melhor desempenho "recente" do México em Copas do Mundo foi em 1986, quando jogou em casa e chegou até as quartas de final. Mas foi eliminado pela Alemanha Ocidental em uma disputa de pênaltis depois de empatar sem gols no tempo regulamentar. O algoz dos mexcanos prosseguiu até a final do Mundial, mas perdeu por 3 a 2 da Argentina.

A outra vez que o México chegou até as quartas foi em 1970, quando também sediava o torneio. Desta vez, perdeu para a Itália por 4 a 1 — mesmo placar que o Brasil derrotou os italianos na final e foi o primeiro time a conquistar o tricampeonato.

A seleção mexicana disputou ainda mais seis edições do torneio, quando não conseguiu passar da primeira fase: em 1930, 1950, 1954, 1958, 1962 e 1966.