Pela segunda vez, governo Doria multa Bolsonaro por não usar máscara em SP

·1 minuto de leitura
SOROCABA, SP - 25.06.2021: BOLSONARO-SP - O presidente Jair Bolsonaro durante inauguração do Centro de Excelência em Tecnologia 4.0, no Parque Tecnológico de Sorocaba, em São Paulo, nesta sexta. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
SOROCABA, SP - 25.06.2021: BOLSONARO-SP - O presidente Jair Bolsonaro durante inauguração do Centro de Excelência em Tecnologia 4.0, no Parque Tecnológico de Sorocaba, em São Paulo, nesta sexta. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo João Doria (PSDB) multou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela segunda vez por não usar máscara em evento em Sorocaba (SP), nesta sexta-feira (25), apesar da lei estadual que obriga o uso da proteção contra a transmissão do coronavírus.

Além de Bolsonaro, três ministros e 12 autoridades também receberam a multa, de acordo com informação do governo paulista. Cada um recebeu autuação de R$ 552,71 pelo não uso de máscara em espaço público.

Em 12 de junho, ocasião em que prticipou de uma motociata em São Paulo, Bolsonaro já havia sido multado pela mesma razão.

Nesta sexta (25), foram multados os ministros Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Fábio Faria (Comunicações) e Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), além do senador Luis Carlos Heinze e dos deputados federais Eduardo Bolsonaro, Carla Zambelli, Caroline De Toni e Guilherme Muraro Derrite.

Um decreto, de maio de 2020, obriga o uso de máscaras no estado de São Paulo. As multas são enviadas pelos Correios. A viligância sanitária estadual já aplicou 7.886 autuações por infrações a normas de prevenção da Covid entre 1º julho de 2020 e 14 de junho de 2021.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos