Pela terceira semana, Rio tem todas as 33 regiões administrativas com risco alto para a Covid-19

Extra
·2 minuto de leitura

Todas as 33 Regiões Administrativas (RAs) da Saúde foram classificadas com risco alto pela segunda semana seguida. O quinto boletim epidemiológico da Prefeitura, com o mapa de risco da capital, foi apresentado na manhã desta sexta-feira, dia 5, no Centro do Operações Rio (COR).

Na quinta-feira, após quase um ano da chegada da pandemia do coronavírus no Brasil, a cidade do Rio se tornou o município com mais óbitos confirmados pela doença no país. Foram confirmadas 106 novas mortes da doença, alcançando o triste número de 17.535 vidas perdidas desde março de 2020. Apesar de ter quase o dobro de população, a vizinha São Paulo, líder até então de óbitos acumulados, confirmou 17.523 mortes pelo coronavírus até hoje.

Até às 18h de ontem, quatro pacientes aguardavam por leitos no Rio. Apenas um deles precisava ser encaminhado para a UTI. Segundo a prefeitura, no momento, a espera na fila de internação não passa de 24 horas. Ao todo, são 160.702 vacinados na capital.

A Prefeitura do Rio divulgou o primeiro boletim epidemiológico de risco para a Covid-19 na cidade em 8 de janeiro. A publicação de lançamento colocava 18 das 33 Regiões Administrativas (RAs) em classificação de risco alto, e as 15 restantes com risco moderado.

Na semana seguinte, no dia 15, 18 RAs tiveram piora e também passaram para risco alto, restando apenas cinco em nível moderado. O destaque ficou com o bairro de Realengo, que melhorou segundo o boletim.

Já no dia 22, toda a cidade entrou em risco alto, com as 33 RAs, o que levou toda a cidade a seguir regras mais rígidas para conter o avanço da pandemia. Na semana seguinte, o nível de risco de contágio continuou alto em todo o Rio.

Na terça-feira, dia 2, a Prefeitura do Rio anunciou a antecipação do calendário de vacinação contra a Covid-19 em uma semana. Agora, é previsto que os idosos em geral — sem corte por profissão — de até 75 anos sejam imunizados até o fim de fevereiro. Antes, a expectativa era de vacinar pessoas da terceira idade de até 80 anos. A mudança foi possível com a chegada de novas remessas da vacina na terça.

Com a antecipação das doses, até o fim desta semana será finalizada a vacinação dos idosos acima de 90 anos. Na segunda-feira, pessoas com 99 anos ou mais iniciaram essa etapa da vacinação. (Veja o calendário completo e postos de vacinação.)