Pelé: entenda a doença que causou a morte do Rei do Futebol

Pelé: entenda a doença que causou a morte do Rei do Futebol
Pelé: entenda a doença que causou a morte do Rei do Futebol
  • Aos 82 anos de idade, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, faleceu nesta quinta-feira (29) no Hospital Albert Einstein

  • O Rei do Futebol foi vítima de complicações de um câncer no cólon , o qual já tratava desde 2021;

  • A doença se desenvolve no intestino grosso e é um dos tipos de câncer que mais atinge a população do Brasil.

Aos 82 anos de idade, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, faleceu nesta quinta-feira (29) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O Rei do Futebol foi vítima de complicações de um câncer no cólon , o qual já tratava desde 2021. A doença se desenvolve no intestino grosso e é um dos tipos de câncer que mais atinge a população do Brasil.

Pelé foi hospitalizado a exatamente um mês para uma reavaliação do tratamento quimioterápico do câncer. De acordo com o jornal “Folha de São Paulo” a quimioterapia de Pelé havia sido suspensa, o que coincidiu com a piora de seu estado de saúde.

Divulgado no dia 2 de dezembro, o último boletim médico de Pelé informava: “Edson Arantes do Nascimento apresenta progressão da doença oncológica e requer maiores cuidados relacionados às disfunções renal e cardíaca. O paciente segue internado em quarto comum, sob os cuidados necessários da equipe médica”.

A doença havia sido diagnosticada em setembro do ano passado. Pelé, então, passou por uma série de internações e foi submetido a uma cirurgia, além de sessões de quimioterapia para tratar o câncer no intestino.

Em janeiro deste ano, os exames constataram uma metástase que atingiu o intestino, pulmão e o fígado da lenda do futebol. Outros procedimentos envolvendo o tratamento da doença foram feitos no Hospital Albert Einstein em abril.

Entenda a doença

O câncer de cólon sempre se desenvolve a partir de pólipos, que são lesões benignas que crescem na parede do intestino. Esse tipo de câncer é mais comum em pessoas a partir dos 50 anos de idade, mas estudos recentes mostram que a doença está se tornando mais frequente em adultos jovens.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a maioria dos casos de câncer de câncer de cólon não tem causa conhecida.

Sintomas do câncer de cólon:

  • Sangue nas fezes;

  • Mudança do hábito intestinal;

  • Dor ou desconforto abdominal;

  • Alteração na forma das fezes (no formato de fita, achatadas, muito finas e compridas);

  • Fraqueza e anemia;

  • Perda de peso sem causa aparente;

  • Massa (tumoração) abdominal.

Fatores de risco:

  • Ter excesso de gordura corporal;

  • Consumir, acima da quantidade recomendada, carnes vermelhas (carne de vaca, porco e cordeiro), além de carnes processadas, como bacon, presunto, mortadela, salame, peito de peru defumado, salsicha e linguiça;

  • Ter uma alimentação pobre em fibras;

  • Ser fumante;

  • Consumir bebida alcóolica.

Diagnóstico:

Caso os sintomas sejam percebidos, é importante procurar um médico para que seja feita uma avaliação correta. O que pode acarretar na realização de exames de rastreamento, como o exame de sangue oculto nas fezes. Esse exame pode identificar pequenas quantidades de sangue nas fezes, causadas por pólipos e tumores de intestino.

Caso seja encontrada alguma alteração, o médico irá encaminhar o paciente para fazer uma colonoscopia.

ADEUS AO REI DO FUTEBOL: