Pelo menos três morrem em primeira repressão do Talibã a protestos

·1 minuto de leitura
Protesto aconteceu em Jalalabad (Stringer/Anadolu Agency)
Protesto aconteceu em Jalalabad (Stringer/Anadolu Agency)
  • Protesto em Jalalabad começou após a retirada da bandeira afegã de um monumento local

  • Integrantes do Talibã colocaram no lugar uma bandeira do grupo, o que gerou revolta

  • Teve início um protesto, que terminou com agressões e tiros disparados pelo grupo extremistas

Um protesto na cidade de Jalalabad, no Afeganistão, foi reprimido violentamente pelo Talibã nesta quarta-feira. Ao menos três pessoas morreram e 12 ficaram feridas no episódio.

De acordo com a agência Reuters, o protesto teria iniciado após o Talibã colocar a própria bandeira em um monumento no centro da cidade, em substituição à do Afeganistão.

Leia também:

Centenas de cidadãos, então, teriam se reunido e marchado contra o grupo extremista, em meio a gritos, cânticos e tremulando bandeiras afegãs.

O jornal The New York Times relatou que o protesto não foi bem recebido por integrantes do Talibã, que teriam atirado para cima, na intenção de intimidar os manifestantes.

Sem o recuo da multidão, o grupo extremista deu início a agressões e disparos na direção dos manifestantes.

Tumulto em aeroporto deixou ao menos três mortos

Na última segunda-feira, um tumulto no aeroporto de Cabul já havia deixado pelo menos três mortos. A confusão foi fruto da imensa quantidade de pessoas tentando entrar em aviões para fugir do país, após o Talibã assumir o comando do Afeganistão no domingo.

Segundo informações do The Wall Street Journal, a multidão gerou pisoteamentos e terminou em disparos de tiros. Três mortes foram confirmadas, mas, segundo a Reuters, testemunhas falaram em cinco óbitos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos