Pequim colocará pessoas procedentes do exterior em quarentena

A China anunciou neste domingo 20 casos de contágio do novo coronavírus, 16 deles de pessoas que chegaram de outros países

As pessoas procedentes do exterior que desembarcam em Pequim serão colocadas em quarentena em centros especiais a partir de segunda-feira, como parte da luta contra os casos importados do novo coronavírus.

Além disso, as pessoas terão que pagar pelos custos da estadia em quarentena, afirma o jornal estatal Beijing Daily.

Até agora, os viajantes procedentes do exterior deveriam entrar em uma 'auto-quarentena' durante duas semanas, sem um controle das autoridades.

A China anunciou neste domingo 20 casos de contágio do novo coronavírus, 16 deles de pessoas que chegaram de outros países.

O governo chinês reforçou as medidas de vigilância a respeito das pessoas procedentes do exterior.

O número de casos está em queda no país, enquanto aumenta no resto do mundo.

Todos os voos internacionais com destino a Daxing, o segundo maior aeroporto da capital chinesa, serão desviados para o antigo aeroporto de Pequim, onde os passageiros passarão por controle e supervisão, anunciou a agência estatal Xinhua.