Pequim recomenda menos viagens para reduzir riscos de Covid-19 durante Olimpíada

·2 min de leitura

PEQUIM (Reuters) - O governo da cidade de Pequim disse neste sábado que aconselha seus moradores a não viajarem durante a época de feriados no começo de 2022, como parte das tentativas de limitar os riscos do coronavírus enquanto os Jogos Olímpicos de Inverno são realizados.

A capital da China quer “garantir zero infecções locais, o sucesso da realização dos Jogos Olímpicos de Inverno e dos Jogos Paralímpicos de Inverno, e que o público tenha festas alegres, pacíficas e tranquilas”, disse o governo local comunicado.

Além de encorajar as pessoas a não fazerem viagens desnecessárias para fora da cidade, o governo municipal também pediu que algumas reuniões de pessoas sejam realizadas online, segundo o comunicado.

A província de Hebei, no norte, co-sede dos Jogos ao lado de Pequim, assim como várias outras cidades, emitiram alertas similares.

Wu Shiping, autoridade do Grupo Ferroviário Estatal Chinês, disse em um briefing no sábado que espera um aumento “relativamente enorme” na quantidade de passageiros de trem durante a temporada de 40 dias de viagens durante o Ano Novo Lunar, em comparação com os níveis de 2021, o que desafiará o trabalho de prevenção contra a Covid-19.

Antes da pandemia, o período de viagens era frequentemente descrito como a maior migração anual do mundo, com centenas de milhões de trabalhadores imigrantes chineses voltando para suas cidades natais.

Liang Wannian, uma autoridade da Comissão de Saúde Nacional, disse que não deveria haver uma única regra para todos ao redor da China e que governos locais deveriam equilibrar a necessidade das pessoas se reunirem com seus familiares com o controle da Covid-19.

Mas a cidade de Pequim e regiões mais vulneráveis ao vírus, como as de fronteira e com portos, deveriam ter regras mais rígidas, afirmou. Grupos de risco como os idosos deveriam evitar viagens desnecessárias e aglomerações, acrescentou Liang.

A contagem recente de casos de Covid-19 da China é baixa em comparação com muitos países, com casos diários em menos de cem em transmissões locais com sintomas confirmados.

(Por Roxanne Liu e Ryan Woo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos