Pequim volta ao confinamento por causa da Covid-19

A China registou mortes por Covid-19 pelo segundo dia consecutivo. Algumas mortes ocorreram em Pequim, fazendo voltar partes da capital chinesa ao confinamento.

O governo confirmou a existência de 26 mil novos casos em 31 municípios, no domingo.

O país tinha declarado uma ligeira flexibilização das medidas nas últimas semanas; agora o comércio volta a encerrar, as autoridades voltam a aconselhar as pessoas a só sairem por questões essenciais, e a trabalharem a partir de casa.

A China é a última grande economia que ainda se mantém fiel a uma política de intolerância em relação ao vírus e impôs o bloqueio, os testes em massa e as quarentenas, mesmo quando o resto do mundo vai ajustando a vida social com a existência do vírus.