Perder o medo das alturas nos Alpes suíços

Quem sofre de vertigens sabe que à mínima sensação de elevação, o mais belo dos passeios pode tornar-se um pesadelo.

Nos Alpes suíços, há um guia de montanha que ajuda a perder o medo das alturas, através de formações especiais, com caminhadas terapêuticas nas encostas de Verbier.

"Aqui, há uma zona plana, por isso, em cada ponto da subida, vamos olhar para o caminho para ver por onde ele vai, e depois tentar procurar os pequenos planos para colocar os pés", explica o guia Stéphane Genet aos seus formandos

Mas, rapidamente, a montanha se torna mais íngreme, o caminho mais desafiante e o stress e a ansiedade aparecem.

"O que me irrita é estar completamente submersa pelos sentimentos... É tão frustrante", diz Hiker, uma das participantes no treino.

Com muitas doses de encorajamento, todos os caminhantes chegam ao cume da montanha e passam mesmo pela última etapa, a subida por uma escada, confiando na voz do guia.

"Continue assim, a respirar bem... Perfeito!">

Uns passos mais e o grupo pode celebrar e brindar com um vinho espumante sem álcool. Uma grande vitória, contra os medos.

"Tinha um grande bloqueio. Estava sempre a voltar para trás, em certas passagens, a recuar, e agora vi que era capaz de o fazer", diz outro dos participantes.

Hiker ainda não se sente segura: "Começo a desbloquear duas ou três coisas, mas ainda não é fácil".

A psicóloga, especialista da gestão do stress, Aude Charles afirma: "O medo das alturas tem mais a ver com o desconhecimento do terreno e das coisas a fazer para o superar. É definitivamente controlável. Se as pessoas se atreverem e dedicarem tempo para o enfrentar, podem ultrapassá-lo.

A descida é bastante mais ligeira após esta experiência acompanhada por especialistas.

A próxima caminhada na montanha será, certamente, menos angustiante.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos