Liesa anuncia contrato com prefeitura garantindo desfiles na Sapucaí até 2025: ‘É carnaval assegurado por quatro anos’

·3 minuto de leitura

RIO - O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Perlingeiro, comemorou a primeira grande conquista de sua gestão de pouco mais de três meses: a assinatura de um contrato de longo prazo com a prefeitura para realização dos desfiles de carnaval na Marquês de Sapucaí. Atendendo a um antigo pleito do mundo do samba, o documento, pela primeira vez, terá validade até 2025. O avanço no ritmo da vacinação e os índices de Covid em queda no Rio dão cada vez mais esperança na possibilidade de realização dos desfiles em fevereiro de 2022.

Não posso afirmar que vai ter o carnaval (em fevereiro), mas tenho quase plena certeza, pelo andar da carruagem. Com a vacinação que está sendo em massa e cada vez menos pessoas infectadas e mais vacinas chegando, até agosto ou setembro com quase toda população vacinada não tem porque (não ter) — disse Perlingeiro, lembrando que já foi feito o sorteio da ordem dos desfiles, as escolas já escolheram seus enredos e estão retomando as eliminatórias de samba—enredo.

Leia também:

Perlingeiro contou que ele e outros integrantes da Liesa se reuniram na manhã desta quinta-feira com representantes da Riotur, para celebração do contrato que, na prática, significa a cessão do Sambódromo para que a liga possa organizar os próximos quatro anos de desfiles e dar início às negociações com parceiros e patrocinadores. Também é a primeira vez que o documento é assinado com tamanha antecedência. 

— Era uma proposição minha de muitos anos. Se o prefeito fica quatro anos no governo não havia porque fazer um contrato anual. O contrato assinado hoje tem validade para 2022, 2023, 2024 e 2025. É carnaval assegurado por quatro anos. Foi uma vitória grande porque sempre almejei essa possibilidade para que a gente também possa fazer contratos mais longos com nossos parceiros — comemorou Perlingeiro.

O presidente da Liesa disse que nos anos anteriores os contratos eram assinados quase sempre perto do final do ano, lá pelo mês de outubro ou novembro, restando pouco tempo para que a liga pudesse organizar os desfiles na Sapucaí. Perlingeiro contou que já teve ano de a liga ser obrigada a pedir autorização à prefeitura e à Riotur para começar a vender os ingressos para a Sapucaí, antes mesmo da assinatura do contrato de cessão do Sambódromo.

Agora, a expectativa da Liesa é já começar a vender os ingressos para os camarotes no mês que vem. Em seguida serão oferecidas as frisas e arquibancadas. Para Perlingeiro, a assinatura do contrato com antecedência também permite que as escolas possam começar mais cedo o planejamento dos desfiles.

Porém, os trabalhos nos barracões ainda dependem da liberação da Cidade do Samba. Apesar de o Corpo de Bombeiros ter desinterditado o espaço, após o cumprimento das exigências, sua reabertura ainda depende de autorização da Justiça.

Perlingeiro disse que aguarda agora o agendamento de uma reunião entre o prefeito Eduardo Paes e representantes das escolas para definir os detalhes do repasse financeiro da prefeitura para as agremiações, com vistas ao próximo desfile de carnaval.

Mais cedo, numa rede social, o diretor de marketing da Liesa, Gabriel David, postou uma foto na sede da Riotur, na Cidade das Artes, Zona Oeste, também comemorando a assinatura do contrato e confirmando o desfile de 2022.

“Teremos Carnaval em fevereiro de 2022! Contrato devidamente assinado entre a a Liesa, a Riotur e a Prefeitura do Rio. Mais do que isso, pela primeira vez na história temos a confirmação dos próximos 4 carnavais: 25/02 a 05/03 de 2022 / 17/02 a 25/02 de 2023 / 09/02 a 17/02 de 2024 / 28/02 a 08/03 de 2025. Salve o samba!”, postou o diretor de Marketing da liga.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos