Perseguição após roubo de joias termina com quatro mortes nos EUA; veja vídeo

Perseguição após roubo de joias termina com quatro mortes nos EUA

Um assalto a uma joalheria na Flórida levou a uma perseguição policial nesta quinta-feira, resultando em quatro mortes, incluindo o motorista de caminhão de uma empresa de logística, cujo veículo os suspeitos roubaram na tentativa de fuga.

Segundo um funcionário da polícia, dois suspeitos e um transeunte também foram mortos durante o tiroteio em um cruzamento movimentado da cidade de Miramar, encerrando a caótica cadeia de eventos que se originou de uma perseguição de 32 km de distância.

A ação dos criminosos começou por volta das 16h, na cidade vizinha de Coral Gables, quando a polícia foi informada por um alarme silencioso da joalheria de que um assalto estava ocorrendo. No momento em que os policiais chegaram ao local, tiros já estavam sendo disparados. Uma funcionária da loja ficou ferida, embora não esteja claro se ela foi baleada.

De lá, os suspeitos fugiram em uma van. Logo depois, eles roubaram um caminhão com o motorista dentro e embarcaram em uma longa tentativa de fuga, da qual grande parte foi televisionada por helicópteros de jornais locais.

 

O caminhão furou vários sinais vermelhos e quase atingiu outros veículos enquanto um contingente de veículos policiais o seguia. A perseguição ao veículo só chegou ao fim quando o caminhão finalmente foi bloqueado pelo trânsito. Tiros foram disparados por policiais e bandidos no meio de um cruzamento movimentado, levando às mortes. Apesar disso, não está claro quem deu os tiros que causaram a morte das quatro pessoas.

— É isso que as pessoas perigosas fazem para fugir — disse o chefe de polícia da cidade de Coral Gables, Ed Hudak, em entrevista coletiva. — E é isso que as pessoas farão para evitar que sejam capturados.