Personal diz ter sido barrada em academia no DF por usar 'short curto' : "Para mim, a roupa estava adequada"

·2 minuto de leitura
Segundo ela, o contrato do local prevê que os profissionais utilizem calça ou bermuda (Foto: Arquivo pessoal)
Segundo ela, o contrato do local prevê que os profissionais utilizem calça ou bermuda (Foto: Arquivo pessoal)
  • A personal trainer Vanessa Del Solar, de 35 anos, afirmou que foi impedida de entrar em uma academia Bluefit por vestir um short considerado "curto" pela equipe do estabelecimento

  • Ela, que atende alunos na academia há cerca de um ano, disse que já tinha usado a mesma peça outras vezes, sem problemas

  • Vanessa afirmou que avalia a possibilidade de levar o caso à Justiça

A personal trainer Vanessa Del Solar, de 35 anos, afirmou que foi impedida de entrar em uma academia da rede Bluefit por vestir um short considerado "curto" pela equipe do estabelecimento. O caso ocorreu na segunda-feira (20), em uma unidade na Asa Norte, em Brasília.

Segundo ela, o contrato do local prevê que os profissionais utilizem calça ou bermuda. Vanessa, que atende alunos na academia há cerca de um ano, disse que já tinha usado a mesma peça outras vezes, sem problemas.

Leia também:

"Para mim, é uma bermuda e a roupa estava adequada", afirmou ao G1.

Na última segunda-feira, porém, Vanessa contou ao jornal que foi repreendida pela recepcionista logo na chegada.

"Disse que o short é curto. Eu falei que já usei a mesma roupa outras vezes e me disseram que a gerência mudou. Questionei se não haveria uma cartilha, algo que explicasse o que é adequado para adaptação".

De acordo com a personal, ela até tentou argumentar para saber se poderia entrar ao menos daquela vez, pois já tinha um aluno fazendo aquecimento na esteira sem atendimento. No entanto, foi informada que não poderia entrar.

"O que mais me afetou foi aquela exposição ali. Eu esperando na catraca, e só escutava que estava com um short curto. Eu tenho bom senso e consigo escolher uma roupa adequada. Sei que tenho que cumprir as regras da empresa, mas não teve tolerância, nem conversa", disse.

Weights are seen near the shadow of a man at a gym under the Alcantara Machado viaduct in the Mooca neighborhood of Sao Paulo July 18, 2012. Alcantara Machado gym was founded in 2009 by Brazilian former professional boxer Nilson Garrido under the Alcantara Machado viaduct, with the aim of getting young people out of drugs and crime through sports. Currently the gym, which received all its equipment through donations, is visited daily by more than a hundred people, most of whom are unemployed or have financial troubles, who practice bodybuilding and other sports just for pleasure.  Picture taken July 18, 2012. REUTERS/Nacho Doce (BRAZIL - Tags: SPORT SOCIETY OLYMPICS)
Após o episódio, a profissional contou que realizou o treino do aluno com equipamentos que tem em casa, após o ocorrido (Foto: REUTERS/Nacho Doce)

Uniforme padronizado, diz academia

Em nota, a Bluefit afirmou que exige dos personais um uniforme padronizado que os diferencie dos profissionais das unidades.

"Apesar dos cuidados que tomamos, qualquer reclamação ou equívoco nas exigências pode ser levada à ouvidoria da rede. A empresa lamenta o ocorrido e já está em contato com a unidade e com a cliente para avaliar a situação", diz trecho da nota enviado ao G1.

Caso na Justiça

Vanessa, no entanto, afirmou que avalia a possibilidade de levar o caso à Justiça. Nas redes sociais, ela classificou a situação como "desagradável" e "inacreditável".

Após o episódio, a profissional contou que realizou o treino do aluno com equipamentos que tem em casa, após o ocorrido.  

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos