Personalidades lamentam morte de Jô Soares, aos 84 anos

Atores, apresentadores, músicos e políticos usaram as redes sociais para prestar homenagens ao apresentador, humorista, ator e escritor Jô Soares, que morreu nesta sexta-feira, aos 84 anos.

Imunizado: Última aparição pública de Jô Soares foi tomando vacina contra a Covid-19, em 2021

Carreira: Do Capitão Gay ao Zé da Galera, relembre os personagens de Jô Soares

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, publicou em seus perfis uma mensagem de despedida, exaltando a carreira de Jô.

"Perdemos um ator de primeira, um comediante afiado, um entrevistador elegante que arrancava tudo de seus entrevistados. Acima de tudo, perdemos um apaixonado pelo Brasil que buscou usar sua arte para ajudar nas mudanças que tanto precisamos. Obrigado por tudo, Jô Soares", escreveu o político.

Jô Soares na literatura: um best seller aos 57 anos

A cantora Zélia Duncan exaltou o amor que o apresentador tinha pelo trabalho: "O Brasil perdeu hoje um artista único, um comediante que amava seu ofício acima de tudo, um ator fora de série. Um entrevistador brilhante. Um cidadão que amava seu país e seus amigos. Jô Soares, obrigada por tanto".

A também apresentadora Ana Maria Braga também lamentou a perda do colega: "Eu tive a honra de conhecer e conviver com esse jornalista e humorista tão talentoso e querido de todos nós. Hoje o dia amanheceu mais sem graça. Vá em paz meu amigo!".

A apresentadora Adriane Galisteu destacou a amizade com Jô, de quem foi até vizinha, e disse que levará consigo as lições que aprendeu com o colega.

"Meu Deus o mundo sem você…. Meu amado amigo , diretor, conselheiro , vizinho que tristeza… você sempre foi cercado de amor e sempre será assim ! Vou seguir te aplaudindo e através de suas obras aprendendo com vc! Obrigada por tantas risadas , tantas conversas por todos os ensinamentos", escreveu.

No Twitter, o escrito Luiz Antônio Simas escreveu: "Jô viveu a longa vida; a trajetória que se completa com a boa morte. Não vejo perda. É só o ganho pelas realizações que permanecerão acessíveis. É aquela máxima do Rosa: morre pra provar que viveu".

O ator Armando Babaioff disse que aprendeu com Jô o significado de rir de si mesmo e e lembou de uma das piadas de Jô que o marcou: "A piada mais infame do Jô foi quando após a reforma ortográfica ele fez a plateia ficar de pé porque 'Platéia não tem mais acento'. Me lembro de gargalhar alto", escreveu.

O jornalista Marcelo Tas resumiu o que o apresentador e humorista significava para ele: "Afeto, arte, amizade, invenção e reinvenção em forma de gente".

A apresentadora Patrícia Poeta também se manifestou: "Amanheci com essa triste notícia. Difícil acreditar… Admirava demais o Jô. Ele fazia parte das nossas vidas…da vida de nossas famílias. Seu talento atravessou gerações. Era um profissional incrível: humorista, escritor, diretor, apresentador. Obrigada pelas risadas, Jô. Obrigada pelas conversas, pelas mensagens sempre muito generosas… Descanse em paz".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos