Personalidades prestam solidariedade a Gilberto Gil após cantor ser hostilizado no Catar

O cantor Gilberto Gil vem recebendo uma onda de apoio por parte de fãs, amigos e personalidades após ser ofendido por um torcedor brasileiro no estádio Lusail, no Catar, no dia do jogo entre Brasil e Sérvia pela Copa do Mundo. Após o ocorrido, muitos famosos foram para suas redes sociais manifestar solidariedade ao artista de 80 anos e a sua esposa Flora Gil.

Gilberto Gil: compositor decide não fazer denúncia ou reclamação formal após ofensa na Copa

Gilberto Gil agradece apoio de Lula e Janja após ataque no Catar: 'O amor vai seguir vencendo'

Confira algumas das mensagens de solidariedade enviadas ao cantor baiano:

"Meu irmão na música e na vida, Gilberto Gil", foi injuriado por bolsonaristas no Catar. Ele tem 80 anos e estava com sua esposa. Quero prestar solidariedade ao gênio Gil e dizer que nós, os artistas, assim como a verdadeira sociedade, esperamos que os criminosos sejam punidos", escreveu Caetano Veloso.

A cantora Preta Gil, filha do músico, se disse assustada com a situação:

"O que aconteceu com meu pai e Flora no dia do jogo do Brasil no Catar onde foram agredidos verbalmente por um bolsonarista violento é assustador. Eu e meu pai pensamos parecido a respeito de conviver com o diferente, estamos acostumados, e mais que isso tentamos de forma muito civilizada essa convivência sem nos sentirmos ameaçados e tão pouco ameaçar!!! Por muitas vezes ocupamos os mesmos espaços que eles. Eu, meu pai ou Flora jamais em situação nenhuma iríamos atacar ou xingar um bolsonarista gratuitamente. Eu realmente acho que nem todo eleitor do Bolsonaro seja a escória da humanidade mas esse infelizmente é, e o que ele fez com meu pai foi tão agressivo tão nojento tão violento que devemos sim nos revoltar!!! O bolsonarismo mata e fere, isso tem que acabar."

Vencedora do "BBB 21" e "afilhada musical" de Gil, Juliette comentou: "Meu abraço a Gilberto Gil e Flora. Vocês são acolhimento e amor. Não podemos tolerar qualquer tipo de violência, com quem quer se seja. Educação e respeito são o mínimo para uma sociedade melhor".

"Viva Gilberto Gil. O broxonazismo vai morrer passando vergonha mesmo. Agora o mestre Gil, é eterno!", comentou Emicida.

Daniela Mercury não só se manifestou como aderiu a uma campanha para tentar identificar o agressor de Gil.

"Saí do show há pouco e estou devastada com as agressões que Gilberto Gil sofreu no Qatar. Gil é um patrimônio cultural do Brasil. É nosso mestre. É um Deus da música. Toda minha solidariedade a ele. Todos meus esforços para achar o agressor", comentou a cantora.

O influenciador e youtuber Felipe Neto também se manifestou sobre o caso: "Já passou da hora do poder legislativo criar um projeto de lei contra esses delinquentes que jogam ódio contra pessoas na rua por motivos políticos. Não dá em nada! Se existe crime contra a honra por injúria, isso aqui deveria ser MUITO mais grave".

"Uma das coisas que mais me deixa feliz em ser brasileira é ser do mesmo país que Gilberto Gil. Gil é um gênio, um dos maiores artistas, ativistas, um ser iluminado", disse a atriz Leandra Leal.

"O idiota covarde, que xingou um homem digno como Gilberto Gil, que é um tesouro da nossa cultura e exemplo de cidadão, é o retrato do Brasil que vai ser derrotado de novo, por todos nós que elegemos Lula e continuamos na luta", falou a cantora Zélia Duncan.

A também cantora Teresa Cristina afirmou: "Imagina você acordar todo dia, se olhar no espelho e lembrar que você é o babaca que xingou o Gilberto Gil. Que vida horrível".

"Quem não respeita o Gil não respeita a nossa história", disse Ingrid Guimarães.