Peru bate recorde com mais de 24.200 casos de covid em 24h

·2 min de leitura
Filas em centro de saúde que oferece testes e vacinação contra a covid-19 no centro de Lima, em 5 de janeiro de 2022 (AFP/Cris BOURONCLE)

O Peru registrou um recorde de 24.288 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo seu ministro da Economia, no momento em que a terceira onda da pandemia castiga o país com sua variante ômicron - informou o Ministério da Saúde.

Este número supera em mais de 7.100 o recorde estabelecido no domingo (9) de 17.128 casos em um único dia. No sábado, foram mais de 16.100 novas infecções.

Nas últimas 24 horas, o número de mortos subiu para 60 contra 30 na véspera. Desde março de 2020, o Peru acumula 203.157 óbitos.

Também na terça-feira, o ministro peruano da Economia, Pedro Francke, testou positivo para a covid-19.

"O Ministério da Economia informa que o ministro Pedro Francke testou positivo para um exame molecular para o diagnóstico da covid-19", informou o ministério em um comunicado.

"O ministro tomou as três doses e se encontra estável, cumprindo os protocolos sanitários e as indicações médicas", acrescentou a nota.

O Ministério da Saúde confirmou, há uma semana, que o país atravessa uma nova onda da pandemia, após as festas de fim de ano.

As infecções se devem à expansão da variante ômicron, altamente contagiosa, em Lima, Callao e diferentes regiões do país. De acordo com o mesmo Ministério, 82% dos novos casos se devem à propagação da variante ômicron na Zona Metropolitana de Lima.

O ministro da Saúde, Hernando Cevallos, disse à imprensa que a ômicron "atingirá todo sistema sanitário do país", afetado, principalmente, no nível de atendimento básico, realizado em postos e em centros de saúde.

Dezenas de pessoas fizeram longas filas na terça-feira para se submeterem a testes de detecção do coronavírus e se imunizarem em hospitais e em centros de vacinação na capital.

Em dezembro, eram contabilizados 1.500 diagnósticos positivos diários. As pessoas infectadas com a ômicron somam 332 no Peru.

Na semana passada, foram registrados no país mais de 70.000 novos casos.

O Peru tem a maior taxa de mortalidade pela covid-19 do mundo, com 6.122 mortos por milhão de habitantes, conforme balanço da AFP feito com base em dados oficiais.

Agora, chega a 2.412.577 o total de casos de coronavírus em 22 meses de pandemia no Peru, país com 33 milhões de habitantes. O número de mortos desde março de 2020 é de mais de 203.000.

Diante desse quadro, o governo informou no sábado (8) que manterá fechadas suas fronteiras terrestre.

O fechamento das fronteiras "está em permanente avaliação. Assim que entendermos que a abertura das fronteiras não vai gerar um grande problema de saúde, as fronteiras vão-se abrir", disse o ministro Cevallos à imprensa.

cm/et/lm/mvv/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos