Peru comemora 200 anos de independência da Espanha sem definir presidente

·1 minuto de leitura
A cerimônia aconteceu no Teatro Municipal de Lima

O Peru comemorou nesta quinta-feira os 200 anos da assinatura da ata de sua independência da Espanha, em uma cerimônia marcada por incertezas, uma vez que o vencedor do segundo turno das eleições presidenciais, realizado em 6 de junho, ainda não foi declarado.

A comemoração aconteceu no Teatro Municipal de Lima, sob estritas restrições sanitárias, na presença do presidente interino peruano, Francisco Sagasti, do prefeito de Lima, Jorge Muñoz, e de outras autoridades. Uma ausência notável foi a do desconhecido novo presidente, previsto para assumir o cargo no próximo dia 28.

A corte eleitoral segue analisando as contestações apresentadas pela candidata de direita, Keiko Fujimori, contra o resultado das urnas, que deu a vitória ao esquerdista Pedro Castillo. "Estamos a exatos 200 anos da abertura da Ata da Independência, a qual tentamos resgatar, no sentido de dar à mesma um novo ímpeto", declarou Sagasti na cerimônia.

O prefeito Muñoz evocou a vontade unitária dos signatários de dois séculos atrás para apelar por união no momento atual, de polarização política. “A unidade irá nos conduzir à solução dos problemas", afirmou.

ljc/fj/yo/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos