Peru erradicou mais de 10.000 hectares de folhas de coca no primeiro semestre

O Peru, grande produtor mundial de folhas de coca e cocaína, erradicou mais de de 10.000 hectares de cultivos ilegais dessa planta no primeiro semestre de 2022, informou o governo nesta quarta-feira (13).

"Até junho deste ano, conseguimos erradicar pouco mais de 10.000 hectares de folhas de coca”, disse Ricardo Soberón, chefe da Comissão Nacional para Desenvolvimento e Vida sem Drogas (Devida).

A meta de erradicação em 2022 é de 18.000 hectares, acrescentou Soberón durante um encontro com a imprensa estrangeira.

Devido à pandemia de covid-19, nos dois anos anteriores o Peru reduziu a erradicação da planta,cultivada principalmente no VRAEM, sigla para Vale dos Rios Apurímac, Ene e Mantaro, onde atuam traficantes e remanescentes da guerrilha maoísta Sendero Luminoso, segundo o governo.

Soberón alertou que novas áreas de cultivo de coca foram identificadas nas regiões de selva do Amazonas (na fronteira com o Equador), Madre de Dios e Ucayali, na fronteira com o Brasil.

“A demanda internacional por cocaína continua aumentando e é a espada de Dâmocles que está destruindo a Amazônia de nossos países”, ressaltou.

“A crescente demanda da Europa e da América do Norte por cocaína agora usa a Amazônia sul-americana como espaço de trânsito, fluxo e exportação de cocaína e todos os seus produtos”, acrescentou.

Soberón assegurou que "o Peru fez todos os esforços possíveis para cumprir suas obrigações internacionais na erradicação dos cultivos ilegais de coca".

De acordo com a Devida, em 2019, as áreas cultivadas com coca, matéria-prima da cocaína, chegaram a 54.655 hectares e a 61.777 em 2020.

Em torno de 90% das 120.000 toneladas de folhas de coca cultivadas a cada ano no Peru são usadas para o tráfico de drogas. Apenas 12.000 são usados para consumo tradicional.

Quase seis milhões peruanos usam a folha de coca de forma legal, segundo a Devida.

O Peru é um dos maiores produtores mundiais de cocaína, com cerca de 400 toneladas por ano.

Além disso, é, junto com a Bolívia, um dos maiores produtores de folha de coca, depois da Colômbia.

cm/fj/yow/ap/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos