Peru firma acordo com Pfizer por 20 milhões de doses de vacina contra coronavírus

·1 minuto de leitura
Ilustração de vacina da Pfizer-BioNTech contra o coronavírus

LIMA (Reuters) - O presidente interino do Peru anunciou nesta quinta-feira que seu governo assegurou um acordo com a Pfizer para adquirir 20 milhões de doses de vacina contra o coronavírus, um grande marco enquanto o país andino luta para iniciar um programa de vacinação em massa.

O presidente Francisco Sagasti disse que até o mês de abril o Peru irá receber ao menos 500 mil doses da vacina contra Covid-19 codesenvolvida com a parceira alemã BioNTech. As primeiras 250 mil doses devem chegar em março, disse Sagasti.

Inicialmente, o governo peruano demorou para garantir o estoque para seu programa de vacinação, ficando para trás em relação a vizinhos mais ricos na América Latina. Mas desde então corre para alcançá-los, tendo fechado acordos com a Sinopharm e a AstraZeneca neste ano.

O primeiro lote de vacinas da Sinopharm é esperado no país para o dia 13 de fevereiro, segundo afirmou o presidente.

O país sul-americano aprovou no início da semana a vacina da Pfizer contra a Covid-19 em meio a um disparo no número de casos de coronavírus que quase levou os hospitais do país ao colapso.

Sagasti disse que a Pfizer havia se comprometido a entregar pelo menos 5 milhões de doses de sua vacina para o Peru até junho.

(Reportagem de Marco Aquino)