Peru prorroga fechamento de praias para conter infecções por covid-19

·1 minuto de leitura
Peru mantém praias fechadas

O Peru estendeu o fechamento de suas praias até 17 de janeiro para evitar multidões e os riscos de novos casos de covid-19, anunciou o governo neste domingo(3).

“A medida inicial [fechamento da praia] era até 4 de janeiro. Emitimos um novo decreto prorrogando até o dia 17 porque neste período muita gente sai de férias e acampa”, disse a chefe de gabinete, Violeta Bermúdez, à rádio RPP.

“Avaliamos que as praias podem ser um potencial espaço de contágio se estivermos ao ar livre, em grupos, consumindo alimentos e bebidas. O uso de máscara e o distanciamento físico são negligenciados”, disse Bermúdez.

“Vimos vídeos e fotos nas redes sociais dos encontros, apesar de todos os riscos apontados”, acrescentou.

As praias estão fechadas desde 22 de dezembro.

A ministra da Saúde, Pilar Mazzetti, disse na quarta-feira que haveria um surto do vírus no Peru, por isso pediu à população extrema cautela no final de semana do Ano Novo.

“Embora não seja um aumento muito grande, estamos percebendo gradativamente uma tendência de aumento do número de óbitos. Também há mais pessoas nas Unidades de Terapia Intensiva”, disse Mazzetti.

O país andino de 33 milhões de habitantes registra mais de um milhão de casos de covid-19 e cerca de 38.000 mortes.

Com 115 óbitos por 100.000 habitantes, possui a maior taxa de mortalidade da América Latina.

cm/rsr/jc