Peru revisa número de mortos na pandemia e tem agora pior marca per capita no mundo

·1 minuto de leitura
Enterro de paciente com Covid-19 em Lima, no Peru

Por Marcelo Rochabrun e Marco Aquino

LIMA (Reuters) - O governo peruano quase triplicou seu número oficial de mortos pela Covid-19 nesta segunda-feira, para 180.764, após realizar uma revisão, transformando a marca do país na pior do mundo em relação ao tamanho de sua população, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

O Peru está entre os países latino-americanos mais atingidos durante a pandemia de Covid-19, com seus hospitais superlotados com pacientes e a demanda por oxigênio superando a disponibilidade. Especialistas há muito tempo avisavam que o verdadeiro número de mortos estava sub-representado nas estatísticas oficiais do país.

O governo afirmou que agora irá atualizar seu total de mortos, que estava em 69.342 no domingo, em parte por conta da falta de testes, que tornou difícil a confirmação da causa da morte de muitos pacientes.

De acordo com dados da Johns Hopkins, a Hungria tinha o pior número per capita de mortos pela Covid-19, que era de 300 para cada 100 mil habitantes. Com a atualização, o Peru agora tem mais de 500 mortes por Covid-19 para cada 100 mil pessoas.

"Acreditamos que é nosso dever tornar pública essa informação atualizada", disse a primeira-ministra do Peru, Violeta Bermúdez, em uma coletiva de imprensa anunciando o resultado da revisão.

Na América Latina, o Brasil tem o maior número total de mortos, com mais 460 mil vidas perdidas por conta da pandemia. Em relação à sua população, no entanto, o número de mortos peruano é mais que o dobro do brasileiro, de acordo com os dados.

(Reportagem de Marcelo Rochabrun e Marco Aquino)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos