Pesquisa aponta intenção de empresas de reverter corte de mão de obra da pandemia

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 22.07.2019 - Still de Carteira de Trabalho e Previdência Social. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 22.07.2019 - Still de Carteira de Trabalho e Previdência Social. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois da onda de demissões da pandemia, cerca de 60% das empresas brasileiras planejam retomar o número de funcionários anterior à chegada do coronavírus, segundo levantamento da corretora de seguros Aon feito com 800 negócios.

Quase 30% deles apontam para um aumento no quadro de profissionais. E para quase metade, a expansão ocorrerá por causa do crescimento da demanda pelos produtos ou serviços.

Na direção oposta, outros 10% dos entrevistados afirmam que ainda pretendem fazer cortes de vagas, conforme a pesquisa da Aon.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos