Pesquisa Datafolha mostra relação dos paulistanos com os parques da cidade

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os parques Ibirapuera e Villa-Lobos são os preferidos das maiorias dos paulistanos, segundo pesquisa feita pelo Datafolha.

O levantamento mostra que 59% do total dos entrevistados disseram que frequentam o parque localizado na zona sul, enquanto 21% citaram o Villa-Lobos (zona oeste).

Terceiro da lista, o Parque do Carmo (zona leste) também foi lembrado pelos entrevistados. Tanto ele quanto o Ibirapuera foram citados pelo prefeito João Doria (PSDB) como exemplos de áreas municipais que serão concedidas à iniciativa privada em seu mandato.

Mais da metade dos moradores de São Paulo rejeita a ideia da concessão, como a Folha de S.Paulo já havia noticiado. Enquanto 53% dos moradores desaprovam a proposta, 42% a aprovavam.

A margem de erro da pesquisa, realizada nos dias 6 e 7 de abril deste ano, é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Mais da metade diz frequentar parques paulistanos Quando questionados sobre a visitação aos parques municipais de São Paulo, 55% dos entrevistados disseram que frequentam os espaços.

O hábito é mais comum entre as pessoas que ganham entre cinco a dez salários mínimos (73%) e passaram pelo ensino superior (75%).

Os locais são mais procurados por pessoas com idade entre 16 e 34 anos, e apenas 36% dos entrevistados com mais de 60 anos visitam os parques.

Um dos símbolos da cidade que deve ser oferecido à iniciativa privada pela prefeitura, o parque Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, foi citado espontaneamente por 59% dos entrevistados, principalmente os da zona sul.

Outros 21% citaram o parque Villa-Lobos (zona oeste), administrado pelo Estado, como parque que costumam frequentar, seguidos do Parque do Carmo (zona leste), mencionado por 13% das pessoas.

O Parque da Água Branca (zona oeste) e da Juventude (zona norte) também foram citados por 7% e 4% dos entrevistados, respectivamente.

Veja a lista completa dos parques citados:

Ibirapuera - 59%

Villa-Lobos - 21%

Parque do Carmo - 13%

Parque da Água Branca - 7%

Parque da Juventude - 4%

Horto Florestal - 4%

Aclimação - 4%

Parque Guarapiranga - 3%

Parque da Independência/Ipiranga - 3%

Parque Ecológico (s/esp) - 3%

Parque do Povo - 2%

CERET - 2%

Parque Ecológico Tietê - 2%

Trote - 2%

Trianon - 2%

Piqueri - 1%

Parque Raul Seixas - 1%

Parque Severo Gomes - 1%

Parque Estadual do Jaraguá - 1%

Chico Mendes - 1%

Outros - 18%

Enquanto 53% dos entrevistados avaliaram os parques municipais como ótimos ou bons, 31% disseram que são regulares e 12% dos moradores de São Paulo os classificaram como ruins ou péssimos.

A avaliação positiva é maior entre as pessoas as pessoas de 16 a 24 anos (68%).

Segundo o levantamento, 53% dos moradores desaprovam a proposta de entregar a administração de todos os parques da cidade para empresas ou entidades privadas, enquanto a concessão é bem-vinda para 42% dos entrevistados.

A desaprovação é maior entre as pessoas de 16 a 24 anos (67%). O fato de o entrevistado ir ou não aos parques públicos altera pouco o resultado. Entre os frequentadores, 55% são contra e 41% favoráveis às concessões das unidades. Um indicativo para esse resultado é o fato de os frequentadores estarem satisfeitos.