Pesquisa Ipec no Rio: Castro cresce 11 pontos e vai a 37%; Freixo soma 22%

Cláudio Castro apresentou um crescimento de 11 pontos percentuais, enquanto Marcelo Freixo cresceu apenas 4 pontos percentuais, segundo pesquisa Ipec no Rio de Janeiro. (Crédito: Editoria de Arte/Yahoo Notícias)
Cláudio Castro apresentou um crescimento de 11 pontos percentuais, enquanto Marcelo Freixo cresceu apenas 4 pontos percentuais, segundo pesquisa Ipec no Rio de Janeiro. (Crédito: Editoria de Arte/Yahoo Notícias)

Com 37% das intenções de voto, o candidato à reeleição ao governo do Rio pelo PL, Cláudio Castro, ampliou sua vantagem e se mantém na liderança na disputa. O segundo colocado nas intenções de voto, Marcelo Freixo (PSB) agora tem 22%, segundo a nova pesquisa Ipec contratada pela TV Globo, divulgada nesta terça-feira.

A distância entre os dois, que era de sete pontos percentuais na semana passada, agora é de 15 pontos. Na sondagem anterior, Castro tinha 26% contra 19% de Freixo. A margem de erro da pesquisa é de três pontos, para mais ou menos.

Confira os percentuais de intenção de voto:

  • Cláudio Castro (PL): 37%

  • Marcelo Freixo (PSB): 22%

  • Rodrigo Neves (PDT): 7%

  • Cyro Garcia (PSTU): 4%

  • Juliete Pantoja (UP): 2%

  • Paulo Ganime (Novo): 2%

  • Wilson Witzel (PMB): 2%

  • Eduardo Serra (PCB): 1%

  • Luiz Eugênio (PCO): 0%

  • Brancos e nulos: 13%

  • Não sabe/Não respondeu: 10%

O Ipec entrevistou presencialmente 1.504 eleitores do estado entre os dias 3 e 6 de setembro em 37 cidades fluminenses. A margem de erro é estimada em três pontos percentuais. O levantamento está inscrito no sistema do TSE com o código de identificação RJ-01599/2022.

Quando considerados apenas os votos válidos, sem votos em branco e nulos, Castro marca 47%, contra 29% de Freixo. Já Neves soma 9%.

Os dados da pesquisa também mostram que Castro ampliou sua vantagem no cenário de segundo turno em uma disputa contra Freixo. O Candidato do PL passou de 38% para 43% dos votos, enquanto o do PSB foi de 35% para 31%.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), Castro tem sido beneficiado pelo efeito Castro-Lula, uma coincidência entre suas intenções de voto e camadas da população que apoiam o ex-presidente no Estado do Rio. Por isso, o governador tem evitado fazer referências mais diretas às pautas do bolsonarismo.

Por outro lado, Freixo ainda precisa convencer mais eleitores de que ele é o candidato de Lula. Apoiado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), Rodrigo Neves ainda não conseguiu mostrar força nas pesquisas até aqui.

Diferentemente do cenário para a Presidência, as eleições no Rio ainda registram um percentual elevado de eleitores que dizem não saber em quem votar para governador sem que leiam uma lista de nomes. Quando fez a sondagem de votos espontâneos, o Ipec estimou em 45% os indecisos, ante 55% no levantamento anterior. Já Castro tem 22% contra 12% de Freixo.

do jornal Extra