Pesquisa para governador Rio de Janeiro: O que dizem Ipec e Datafolha?

Pesquisa para governador Rio de Janeiro: o que dizem Ipec e Datafolha divulgados antes da eleição. (Foto: Editoria de Arte/Yahoo Notícias)
Pesquisa para governador Rio de Janeiro: o que dizem Ipec e Datafolha divulgados antes da eleição. (Foto: Editoria de Arte/Yahoo Notícias)
  • Pesquisa para governador Rio de Janeiro: O Yahoo Notícias reúne as duas maiores pesquisas eleitorais divulgadas no dia 1º de outubro;

  • Os institutos Ipec — ex-Ibope — e Datafolha entrevistaram, ao todo, 4,5 mil brasileiros aptos a votar;

  • Nas duas, o atual governador, Claudio Castro (PL), é líder, mas é seguido de perto por Freixo (PSB);

Na véspera do 1º turno das eleições de 2022, os dois institutos de maior credibilidade do país divulgaram suas pesquisas eleitorais com foco nos percentuais de votos válidos ao governo do Rio de Janeiro.

Em ambos levantamentos, o atual governador, Claudio Castro (PL), segue como primeiro colocado e com uma certa vantagem para o segundo na disputa: o deputado federal Marcelo Freixo (PSB).

Apesar da distância, os dois institutos apontam uma boa possibilidade de o embate ser decidido somente no segundo turno.

O Yahoo Notícias detalha as duas pesquisas para governador do Rio de Janeiro:

Datafolha: Pesquisa para governador do Rio de Janeiro

A pesquisa Datafolha, divulgada neste sábado (1º), aponta que Castro manteve os 44% dos votos válidos, enquanto Freixo subiu para 35%.

Na pesquisa anterior, divulgada na última quinta-feira (29), Castro já aparecia com os 44% dos votos válidos, enquanto Freixo aparecia com 31%.

No cálculo dos votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. Esse método é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

O levantamento, contratado pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo, foi realizado na sexta-feira (30) e neste sábado e entrevistou 2.550 eleitores em 40 municípios no estado.

A pesquisa está registrada no TSE sob o número RJ-07599/2022. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Na simulação de primeiro turno, os dois líderes seguem distantes do ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT), que registrou 10% dos votos válidos. Apoiado pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), ele não conseguiu melhorar o desempenho após 45 dias de campanha eleitoral.

Num terceiro pelotão vêm Paulo Ganime (Novo), com 4%, Wilson Witzel (PMB), Eduardo Serra (PCB) e Juliete (UP), todos com 2%, e Cyro Garcia (PSTU) e Luiz Eugênio (PCO), com 1%. Witzel, porém, teve a candidatura barrada devido à punição imposta na ação de impeachment que o afastou de vez do cargo em abril de 2021. Segundo o TRE-RJ, os votos dados a ele serão considerados nulos.

Ipec: Pesquisa para governador do Rio de Janeiro

A pesquisa do Ipec — ex-Ibope —, divulgada neste sábado (1º), indica que Castro tem 47% dos votos válidos na corrida eleitoral. Já Freixo segue na segunda posição, com 28% dos votos válidos.

Foram ouvidas 2 mil pessoas, entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro, em 45 municípios fluminenses.

A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número RJ-01526/2022 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-05823/2022.

Pesquisas eleitorais, como saber em quais posso confiar?

Em meio a essa diversidade de levantamentos existentes no Brasil, muitos eleitores não sabem em quais resultados acreditar.

No primeiro dia do ano passou a ser obrigatório (leia a resolução clicando aqui)o registro junto à Justiça Eleitoral de qualquer pesquisa pública relacionada às eleições para presidente e governador. Porém, se uma pesquisa está registrada não necessariamente significa que ela será confiável, isso porque não há nenhum tipo de fiscalização prévia sobre a metodologia desses levantamentos.

Atualmente, a confiabilidade das pesquisas é garantida no Brasil por meio da transparência. São algumas das informações que devem ser cadastradas junto à Justiça Eleitoral, tornando as pesquisas passíveis de contestação, caso qualquer irregularidade seja encontrada posteriormente:

  • Nome do contratante

  • Valor cobrado pela pesquisa

  • Origem dos recursos investidos

  • Metodologia

  • Período de realização

  • Sistema de fiscalização da coleta de dados

  • Tipo de questionário aplicado

Para identificar os atributos que mais merecem atenção nas pesquisas eleitorais, a reportagem do Yahoo! Notícias conversou com alguns especialistas no assunto e separou uma lista com os pontos mais importantes, confira aqui.

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)