Pesquisa XP/Ipespe: em cenário estável, Lula tem 44%, e Bolsonaro, 35%

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Depois de um mês e meio de impasse na divulgação de sua pesquisa eleitoral nacional encomendada pela XP Investimentos, o instituto Ipespe voltou a divulgar sua sondagem de intenção de voto para presidente. De acordo com o novo levantamento, publicado nesta segunda-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida com 44%, frente aos 35% do presidente Jair Bolsonaro (PL). Em junho, Lula vencia por 45% a 34% — portanto, o cenário segue estável.

No mais novo levantamento, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) se mantém com 9%, assim como na pesquisa de junho (a última a ter sido divulgada), e a senadora Simone Tebet (MDB), oscila de 3% para 4%.

No cenário de segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 53% a 36%. Na última sondagem tornada pública, divulgada no início de junho, Lula tinha 45% das intenções de voto no primeiro turno, frente a 34% de Bolsonaro, 9% de Ciro e 3% de Tebet. Em um eventual segundo turno, Lula venceria Bolsonaro por 53% a 35%.

Pressão bolsonarista na cúpula da XP levou a cancelamento de divulgação em junho

A volta do Ipespe ao circuito de divulgação das pesquisas a nível nacional ocorre após o cancelamento às pressas, em junho, da divulgação de um levantamento por parte da corretora de investimentos. O Ipespe também teve sua periodicidade alterada de semanal para mensal.

O cancelamento às pressas gerou controvérsia, uma vez que ocorreu na esteira de outros casos de pressão de setores bolsonaristas dentro da cúpula da XP — inconformados com questões incluídas sobre características dos candidatos, que sinalizariam atributos mais favoráveis a Lula. Desta vez, a pesquisa contou com menos questões, se atendo a perguntar sobre o interesse do eleitorado; intenções de voto no primeiro e no segundo turnos; rejeição aos candidatos; e uma avaliação do governo Bolsonaro.

A pesquisa XP/Ipespe fez 2.000 entrevistas telefônicas a nível nacional entre os dias 19 e 25 de julho, com um nível estimado de 95,45% de confiança e uma margem de erro estimada de 2,2 pontos percentuais. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-08220/2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos