Pesquisador português descobre poema inédito de Luís de Camões em biblioteca

O poeta e pesquisador português Nuno Júdice anunciou, nesta quarta-feira, ter descoberto um poema inédito de Luís de Camões, em um manuscrito de 1666, preservado nos arquivos da Biblioteca Digital Hispânica.

Eagles: Americanos são acusados de tentarem vender manuscrito roubado da música Hotel California

Itália: Ex-atriz e modelo Claudia Rivelli faz delação premiada para reduzir pena por tráfico de drogas

— É uma esperança para os investigadores. Não está tudo estudado ou descoberto — disse o pesquisador ao comentar o achado, segundo a agência Lusa.

Segundo Júdice, a autoria do texto é atribuída a Camões. O poema "Cristo atado à Coluna" foi editado por outro escritor de origem portuguesa, o humanista Manuel de Faria, em meados do século XVII

O poema não foi divulgado e, segundo Júdice, sua eventual publicação implicará na participação de outros pesquisadores e profissionais.

Ainda de acordo com ele, o texto trabalha a partir de uma perspectiva pouco ortodoxa do catolicismo da época. Segundo Nuno Júdice, o autor do épico Os Lusíadas escreve que “Cristo é torturado e chicoteado, mas liberta-se pelo amor à humanidade”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos