Pessoa mais velha do mundo morre na Indonésia aos 146 anos, diz família

SRAGEN, Indonésia (Reuters) - Um homem indonésio que seria a pessoa mais velha do mundo morreu aos 146 anos nesta semana, informaram familiares nesta terça-feira.

Sodimejo, que era conhecido localmente como Mbah Gotho, nasceu em dezembro de 1870, de acordo com uma carteira de identidade emitida pelo governo que a mídia diz ter sido verificada por agentes locais na cidade central de Java, Sragen.

A mídia local relatou que Sodimejo era a pessoa mais velha do mundo, citando seus documentos de identidade. A Reuters não pode verificar independentemente a idade de Sodimejo.

O neto de Sodimejo disse que ele havia sido levado para um hospital na última semana, devido a sua saúde deteriorada.

"O problema era que ele não queria comer ou beber", disse o neto Suryanto, que assim como seu avô, usa apenas um nome.

Ele, então, insistiu para ser levado para casa, e morreu alguns dias depois, segundo Suryanto. Sodimejo foi enterrado na manhã de segunda-feira em um cemitério local.

De acordo com o Guinness World Records, Jeanne Calment, uma mulher francesa, teve o maior tempo de vida humano confirmado. Ela morreu em 1997, aos 122 anos.