Petista ganha carro de luxo de bolsonarista após aposta sobre eleição

Amigos, um eleitor petista e um eleitor bolsonarista apostaram seus carros de luxo na vitória de seus candidatos na eleição presidencial. (Foto: Reprodução/Twitter)
Amigos, um eleitor petista e um eleitor bolsonarista apostaram seus carros de luxo na vitória de seus candidatos na eleição presidencial. (Foto: Reprodução/Twitter)

Dois amigos pernambucanos, um eleitor do presidente Jair Bolsonaro (PL) e outro do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apostaram dois carros de luxo em caso de vitória dos candidatos apoiados na corrida na eleição presidencial.

Com a vitória petista anunciada neste domingo (30), o bolsonarista Júnior Gordinho vai entregar uma Volvo branca para o amigo petista Jailton Cardoso. Se Bolsonaro tivesse sido reeleito, Jailton teria que entregar uma BMW, também na cor branca. Os dois veículos estão estimados em R$ 200 mil.

Os dois homens também haviam apostado sobre o resultado do primeiro turno. Após a apuração do dia 2 de outubro, Jailton ganhou do amigo R$ 20 mil, quando Lula terminou a primeira rodada como primeiro colocado.

O eleitor do petista disse estar feliz por ter ganhado a disputa e com a vitória do candidato favorito dele, mas triste pelo amigo. Jailton garantiu ao portal G1 que tentou demovê-lo da aposta.

"Estou recebendo a Volvo dele de coração partido, mas aposta é aposta. Tanto é que, no primeiro turno eu apostei com ele, e eu liguei para ele e disse 'quer desistir?'. Ele disse 'não'. Então, eu ganhei a aposta no primeiro turno e, no segundo, eu liguei para ele, eram 15h, eu disse 'Chico, e aí? Quer desistir?'. [Ele disse] 'Não', então a gente seguiu até o fim", afirmou Jailton.

Lula venceu de Bolsonaro por 50,90% a 49,10%. Com diferença de pouco mais de 2 milhões de votos, a disputa foi a mais acirrada desde a redemocratização do País, em 1988.

Com mais de 60 milhões de sufrágios a seu favor, o petista é o presidente eleito mais votado da história brasileira e ex-candidato do PL, o primeiro presidente a tentar a reeleição e fracassar.