Petistas pedem a TSE que investigue uso de recursos para atos de apoio a Bolsonaro

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 24.11.2019: Deputado federal Rui Falcão (PT-SP). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 24.11.2019: Deputado federal Rui Falcão (PT-SP). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O deputado federal Rui Falcão (PT-SP) e o advogado Marco Aurélio de Carvalho entraram com requerimento junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que apure se houve uso de recursos ilícitos (público, privados ou estrangeiros) na organização dos atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro em 7 de setembro.

A petição foi feita para que a investigação seja acrescentada ao inquérito tocado pelo corregedor-geral do tribunal, Luís Felipe Salomão, que já apura o uso de recursos públicos em ataques de Bolsonaro às urnas eletrônicas.

Segundo o documento, a militância “foi estimulada pelo uso de recursos financeiros de fontes diversas, deixando claro com isso que transita pelas mãos dos altos chefes do bolsonarismo quantias elevadas de recursos financeiros (muitas vezes em dinheiro vivo), que estão à margem de qualquer controle ou contabilização oficial e que são, inclusive, utilizados para remunerar apoiadores e eleitores”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos