Petistas questionam resultado do inquérito e dizem que crime contra Marcelo Arruda teve motivação política

Depois que a Polícia Civil do Paraná concluiu que o homicídio do tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Marcelo Arruda não teve motivação política, petistas foram ao Twitter questionar resultado das investigações.

Arruda foi assassinado no fim de semana pelo agente penal Jorge Guaranho, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, durante sua festa de aniversário, cujo tema era sobre o ex-presidente Lula. Nas redes sociais, Guaranho demonstrava apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL). Ele chegou ao local da comemoração dizendo “aqui é Bolsonaro”.

Míriam Leitão: Polícia do Paraná mente ao concluir que assassinato de petista não foi crime político

Bernardo Mello Franco: Delegada faz contorcionismo ao negar motivação política em assassinato no Paraná

O vereador Eduardo Suplicy disse, em seu perfil no Twitter, ser “surpreendente e incompreensível” que a Polícia Civil do Paraná conclua que não houve motivação política no assassinato de Marcelo Arruda em Foz do Iguaçu.

— Foi evidente a motivação de natureza política quando Jorge Guaranho invadiu a festa aos gritos: ‘aqui é Bolsonaro!’

Já o deputado federal Alexandre Padilha escreveu que o resultado do inquérito é “um desrespeito com a memória de Marcelo”.

— A Polícia Civil do Paraná não viu crime político no assassinato do homem que morreu por fazer uma festa de aniversário com o tema Lula. Para eles, o fato do assassino gritar "Bolsonaro" no momento do crime não remete a política — afirmou o parlamentar.

“Qual a motivação do assassinato de Marcelo Arruda, senão a motivação política?”, perguntou Manuela D’Ávila (PCdoB). “A conclusão da Polícia civil do Paraná é revoltante pois chancela a versão de Bolsonaro e dos seus sobre o crime, tentando apagar sua verdadeira natureza”, disse.

O vereador Lindberg Farias foi mais incisivo e escreveu que “houve motivação política sim”:

— É inacreditável que o inquérito da Polícia Civil do Paraná diga que não houve motivação política no crime contra o nosso companheiro Marcelo Arruda. FOI UM CRIME POLÍTICO SIM E TODOS SABEMOS QUEM USA O PLANALTO PARA FAZER APOLOGIA AO TERRORISMO!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos