Petróleo fecha em baixa, a 44,29 dólares o barril em Nova York

(Arquivo) Plataforma de petróleo no Golfo do México

Os preços do petróleo caíram pelo terceiro dia consecutivo nesta sexta-feira, em resposta à valorização do dólar e em meio à perspectiva de aumento das taxas de juros nos Estados Unidos.

O preço do barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em dezembro caiu 91 centavos, a 44,29 dólares.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em dezembro caiu 56 centavos, a 47,42 dólares no Intercontinental Exchange (ICE).

"O mercado já considerava que a taxa de juros iriam subir, e os dados de emprego só confirmaram isso", disse Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

As criações de emprego nos Estados Unidos aumentaram mais do que o previsto em outubro, permitindo um retrocesso da taxa de desocupação, o que ilustra um fortalecimento da economia e argumenta a favor dos partidários do aumento da taxa de juros neste ano.

Um aumento dos juros torna o dólar mais atrativo. Como os intercâmbios de petróleo são realizados em dólares, este movimento penaliza os compradores que usam outro tipo de divisa, afetando os preços.

Outro anúncio que desanimou os investidores foi a rejeição do presidente Barack Obama ao polêmico projeto do oleoduto Keystone, que permitiria o transporte de petróleo de Alberta, no Canadá, até o centro dos Estados Unidos, em Nebraska.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos