Petróleo fecha com leve queda em Nova York, a 105,74 dólares o barril

A produção de petróleo do grupo Estado Islâmico (EI) é estimada em 800 milhões de dólares por ano, o equivalente a dois milhões de dólares por dia

O preços do petróleo em Nova York fecharam em leve baixa nesta sexta-feira. Em Londres, a cotação do barril de Brent registrou avanço.

O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em agosto teve queda de 10 centavos no New York Mercantile Exchange (Nymex), a 105,74 dólares.

Em Londres, o Brent do Mar do Norte para entrega em agosto avançou nove centavos, encerrando a 113,30 o barril.

"O que observamos é uma espécie de equilíbrio desconfortável no mercado de Brent, com preocupações relativas à insurgência sunita no Iraque e problemas políticos que, por enquanto, estão sob controle, com sinais de que a produção de cru no sul do país está segura", afirmou Tim Evans, da Citi Futures.

Nesta sexta-feira, o principal clérigo xiita do Iraque pediu a união dos líderes do país, depois de o primeiro-ministro Nuri al-Maliki ter admitido a necessidade de medidas políticas para derrotar os radicais sunitas, que já mataram mais de mil pessoas e ocupam grande parte de cinco províncias do país em uma ofensiva iniciada no dia 9 de junho.