Petróleo sobe por problemas na Líbia

Plataforma de petróleo perto de Tioga, na Dakota do Norte, em 21 de agosto de 2013

O petróleo subiu nesta terça-feira após os incidentes na Líbia que podem perturbar a produção desse país.

Em Nova York, o barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em maio subiu 64 centavos, a 48,37 dólares.

No mercado de Londres, o Brent do mar do Norte avançou 58 centavos, a 51,33 dólares nos contratos para maio.

Grupos armados interromperam a produção dos campos de petróleo de Sharara e Waha, reduzindo em 252.000 barris a produção diária da Líbia, que ficou abaixo dos 500.000 barris, segundo analistas da empresa PVM.

Esse incidente acontece em meio a esforços da Líbia para retomar sua produção e suas exportações, como forma de reorientar sua economia arrasada pela insegurança e a crise política.

Gene McGillian, da Tradition Energy, relativizou o impacto da crise líbia no mercado e sinalizou movimentos técnicos por trás da forte queda dos preços do petróleo desde o começo do mês.

"Os estoques mundiais não tanto como esperavam, e produção dos países membros e não membros da Opep aumentou mais rápido do que o cartel desejava", disse Andy Lipow da Lipow Oil Associates.