Petrópolis permanece em estágio de vigilância

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Petrópolis, na região serrana do Rio, permanece em estágio de vigilância após a cuva forte na noite de ontem (5) e o temporal que atingiu a cidade na semana passada. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que pode haver pancadas de chuva e trovoadas isoladas na noite de hoje (6) e a previsão para amanhã (7) é de tempo nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

A prefeitura de Petrópolis informou que mobilizou nesta segunda-feira equipes para fazer a limpeza e o atendimento de famílias nos distritos de Posse, de Pedro do Rio e de Corrêas. Segundo a prefeitura, as equipes de emergência do município atenderam a 179 casos desde o temporal da semana passada. 

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou mais 39 ocorrências entre a noite de domingo (5) e a manhã de hoje, todas sem vítimas. Foram 13 casos de alagamento de imóveis em Pedro do Rio e dois deslizamentos de terra em Posse. No distrito de Brejal, na Estrada dos Targinos, houve a queda de uma ponte. Nenhuma residência foi interditada.

“Desde a quinta-feira passada, todas as secretarias estão atuando nas ações de resposta em função da chuva e esse serviço teve sequência nesta segunda, com atuação principalmente nos distritos. Vamos continuar trabalhando e atendendo as pessoas que foram atingidas”, disse prefeito Bernardo Rossi.

Na Posse, cerca de 40 funcionários atuaram para a limpeza de bueiros, desobstrução e limpeza de ruas em comunidades como Boa Vista, Santo Antônio e no centro do distrito, na Estrada União Indústria. Na comunidade Nossa Senhora de Fátima, além da limpeza, também foi feita a manutenção da via, que vai receber nova camada de asfalto. Ainda houve limpeza de três casas no bairro, alagadas pela chuva, além de outra na localidade Sabará. Na Estrada do Taquaril, houve retirada de barreira para permitir o acesso de moradores.

A Estrada dos Targinos começará a ser recuperada nesta terça-feira (7), com a recolocação de manilhas e aterramento para permitir da passagem da população. O local foi vistoriado pela Secretaria de Obras, que vai avaliar posteriormente outras intervenções de maior porte para o trecho. 

Nos últimos quatro dias, o acumulado de chuva na Rua 24 de Maio, no centro de Petrópolis, está em 294 milímetros. No mesmo período, no distrito de Itaipava, os pluviômetros registram 227,25 mm. São 15 imóveis interditados e as famílias estão em casas de parentes, sendo acompanhadas pela Secretaria de Assistência Social (SAS). 

Quase 80 famílias receberam visita de equipes da Secretaria de Ação Social, sendo 44 somente na comunidade Olaria, em Corrêas, onde houve alagamento das casas, devido ao transbordamento do Rio Piabanha.