Petrobras anuncia reajuste de até 33% no preço do gás canalizado

Bruno Rosa
·1 minuto de leitura
Foto: Márcia Foletto
Foto: Márcia Foletto

A Petrobras anunciou na manhã desta quarta-feira reajuste nos preços de venda de gás natural para as distribuidoras para os contratos iniciados em janeiro deste ano.

De acordo com a empresa, os ajustes ocorreram de acordo com parâmetros negociados em contrato, que leva em consideração as variações da cotação do petróleo tipo Brent e da taxa de câmbio no último trimestre.

Assim, a alta foi de 26% em dólar para cada milhão de BTU (a unidade internacional do gás) em relação ao preço do gás de agosto de 2020. Quando medido em reais por metro cúbico, o reajuste é de 33%.

"Apesar do aumento neste trimestre, os preços acumulam uma redução de 38% em US$/MMBtu e de 13% em R$/m3, desde dezembro de 2019", pontuou a estatal em nota. A Petrobras disse ainda que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo custo da molécula de gás e do transporte, mas também "pelas margens das distribuidoras e pelos tributos federais e estaduais".

A Petrobras disse ainda que o processo de aprovação das tarifas é realizado pelas agências reguladoras estaduais.